Quantas visitas!!

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Traumatizada

Semana passada Anita ficou dodói: febre, vômito, diarreia e dente nascendo (ainda). Isso começou no domingo, mas como pensei que fosse só o dente, fui medicando em casa mesmo. Mas a febre não passava nunca, então na quarta levei ela ao hospital. Ao chegar, ela já abriu o berreiro dizendo "bola cao mamãe" (bora carro mamãe). O maior escândalo pra medir a temperatura. Na hora da consulta já entrou na sala do médico chorando. Ninguém podia chegar perto dela. Só passou remédio pra dor/febre e pra diarreia, com atestado de dois dias pra mamãe. Logo ficou boa. Era tudo que ela precisava. Na sexta fomos ao dentista. Ao chegar, ela já identificou o local como clínica (imaginou que fosse médico de novo) e entrou em desespero. Hoje, ao ir ao banco ela achou que iria ao médico de novo (por causa das várias cadeiras para esperar atendimento). Sem contar que desde sempre ela foi um terror pra tomar remédio. Essa Anita...

Outra coisa difícil de convencer é ela ficar na cadeirinha do carro. A boneca vai na cadeirinha, a bolsa da galinha, menos a Anita. Ô menininha difícil! A famosa e terrível fase dos dois anos (terrible two) também vale pra meninas?

Falando das coisas boas, ela está desenvolvendo bem a fala, forma frases simples, como "não tila dinho, papai" (não tira Midinho (desenho), papai). E se interessa muito pelas música infantis da igreja, que ela chama de "é bom" (da música "é bom, é muito bom, é muito bom ter Jesus no coração") e os desenhos e vídeos evangélicos. Também tem se interessado mais por outros desenhos, tipo Bob Esponja, Peppa Pig, Doug... que antes ela nem ligava, e assiste outros filmes também, como A Nova Onda do Imperador, Enrolados e Monstros S.A. Papai e mamãe agradecem!