Quantas visitas!!

sábado, 16 de março de 2013

Então...

Essa semana foi cheia de sustos.

Já faz uns dias que passamos uma noite terrível, com diarreia e vômitos. Mas foi só uma noite e deve ter sido coisa dos dentes, que, por sinal, somam oito! Mas agora ela já está dormindo melhor - Salve! \o/

Durante a semana, na hora de dormir de um dia normal, a coloquei na nossa cama e fui arrumar o lençol no cantinho onde ela dorme e quando me virei, tava a menina de cara no chão! Mãe com o coração na boca, mas, graças a Deus, foi só um tombo e, antes dela dormir, me certifiquei de que ela podia movimentar todo o corpinho.

Logo no dia seguinte, pai e filha vão tomar banho no chuveirão numa noite quente. O banho acabou e o pai entrou todo molhado dentro de casa e assim deixou. Sequei brigando, que a Anita poderia cair, machucar a cabeça e foi só eu fechar a boca que ela escorregou de cara no chão, rasgou a boca entre os dentinhos da frente. Chorou taaaanto. E eu me esgoelei com o pai - exageradamente, confesso, mas mãe é mãe e eu me senti muito mais culpada do que se não tivesse secado o chão antes dela cair.

Ontem, novamente no banho, caiu e bateu o bumbum. Menos mau, mas mais cuidado!

Já contei que ela AMA andar de bicicleta com a gente?


Faz confusão com os vizinhos...


Na hora de dormir, quer brincar mais...


Teima em mexer na ração do cachorro...



Mas pintar que é sua maior paixão! Talvez até mais que a Galinha. Essa semana, ganhou uma mesinha que trouxe tanta alegria que nem cabia nela. Foi a avó que trouxe. Não saía dessa mesa por nada. Quando chegamos pro almoço tava ela toda sorridente e assim ficou o dia inteiro. O melhor presente de todos!

[Ok, fiquei devendo uma foto da pequena pintando. É que ela é muito nervosinha e quando vou tirar, grita, quer pegar a câmera, ainda não consegui um click bacana. Fica pra próxima]


Já sei comer!


E não aceito ajuda de ninguém!

sábado, 2 de março de 2013

1 Ano e 4 meses e as birras

Olha a cara da birrentinha
Pense numa semana infernal!
Pense numa neném nervosa!
Pense numa mãe estressada!

Anita parece um furação. Na hora do almoço é uma loucura. Quer colo, quer mamar, quer brincar. Dou colo, dou mamar, brinco, mas na hora que EU vou comer, começa o inferno. Não posso sentar na mesa ou no sofá que ela vem pra cima de mim, agarra minha perna, puxa minha roupa e chora desesperadamente. Grita, esperneia, se joga no chão, tudo que se possa imaginar. TODOS OS DIAS!

Outro dia, na hora do almoço choveu e viemos direto pra casa. Esperamos a chuva passar pra pegar ela. Almoçamos tranquilos e a chuva passou. Cheguei na casa da babá, Anita brincando tranquilamente no sofá. Me viu, desceu correndo. Me abaixei pra abraçá-la e ela me deixou no vácuo. Foi pra mesinha pintar com a filha da babá. Fiquei um pouco lá e tals. Chamei pra vir pra casa, ela não quis. Foi só dar tchau e começou o chororô. Não queria vir pra casa nem queria que eu viesse. Trouxe mesmo assim. Veio chorando e esperneando, quem visse na rua, acharia que eu tava sequestrando a menina. Chegou em casa fez a maior confusão, mamou e dormiu.

O pior de tudo é que, segundo os especialistas e mamães que já passaram por essa fase são unanimes: "É assim mesmo!", "É fase!", "Será assim até, no mínimo, os três anos!". Nada animador! Alguém aí que está passando ou já passou por isso, HELP?!