Quantas visitas!!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Anita-Despertador :)

  Anita agora resolveu brincar sempre antes de dormir e acordar bem cedo, dando aquelas cambalhotas. Será já uma preparação pra vida fora da barriga? Será que ela vai nos fazer ir dormir bem tarde e acordar beeem cedo? Anita, Anita... 
:*

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Novidades :)

   Recebo emails semanais com informações sobre o desenvolvimento do bebê todos os sábados. O desta 31ª semana dizia que os movimentos da minha filhota seriam diferentes agora e tinha uma pergunta que eu achei até absurda: "Você já foi acordada no meio da noite com movimentos do bebê que pareciam cambalhotas?". Pensei "Ah, a Anita não faz isso!". E não é que nessa mesma noite, lá pelas 5hs da manhã ela resolve brincar aqui dentro?! Pareciam realmente cambalhotas, como vc consegue, filha? Claro que fiquei doida pra contar logo pro Vi.
   Segundo o tal boletim, essas mexidas malucas significam que ela está saudável, mas uma coisa me preocupou um pouco: dizia também sobre "contrações de treinamento", que é quando a barriga fica durinha em uma parte. Já senti isso muitas vezes, mas lá dizia que se acontecer muito num mesmo dia, pode ser sinais de ameaça de parto prematuro, junto com cólicas ou pontadas. Hoje eu senti umas pontadinhas incômodas, mas acho que não deve ser nada demais. De qualquer forma, faremos uma ultra em no máximo três semanas e saberemos como nossa princesa está.
   Notícia muito ruim hoje, a Universidade Federal de Rondônia resolveu HOJE adotar 100% Enem como processo seletivo - depois de já ter lançado há meses uma lista de livros pro vestibular - e isso não é nada bom pra quem pretende conseguir uma vaga em Medicina, pois abre concorrência para toooodo o Brasil e, convenhamos, a qualidade do ensino daqui nem se compara com a de uns cursinhos Brasil à fora. Mas estamos confiantes, o Enem esse ano vai ser muito fácil e a Anita vai ficar bem quietinha nos dias 22 e 23 de outubro, né filha? Nada de contrações, nada de ir milhares de vezes ao banheiro e, pelo amor de Deus, nada de romper a bolsa!

Filha, eu e seu pai te amamos muito e estamos muito felizes com vc em nossas vidas! :*
  

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Boletim Gestacional IX

   Já pegamos os resultados dos exames de sangue e SURPRESA!: meu hemograma tá praticamente zerado. Isso mesmo, zerado. Só tem valores do hematócrito, que está em 36% (quaaaase sem anemia, o normal é 37%). Aí diz que eu não tenho hemácias nem hemoglobina. Isso é possível?? Ainda tem um tal de Eusinófilos com alterações, mas eles já estavam alterados da última vez e a enfermeira não disse nada. E agora? Minha próxima consulta é só dia 13! Muito provavelmente teremos que repetir esses exames. Que droga!
   Anita agora tem soluço constantemente. Principalmente na hora de dormir. É só eu deitar à noite e ela começa a soluçar, tadinha. Pior que eu não consigo dormir enquanto ela não parar e esses da noite são os que mais demoram. Segundo especialistas, os soluços não incomodam o bebê, mas me incomodam, pois fico preocupada. Eles ocorrem porque ela fica engolindo o líquido amniótico, treinando a respiração, eu acho. Será uma coisa boa ou ruim? Será que é sinal de que ela está indo bem? Vou perguntar na próxima ultra.
   Preciso organizar o baby chá. Será no início do próximo mês e ainda não tenho ideia de como vai ser. Tem lista de convidados, lista de presentes, imprimir e entregar convites, preparar as coisas da "festa", parece até aniversário e ela ainda nem nasceu :P
:* Minha Gostosinha. Te amo muito!

P.S.: Descobri o que são eusinófilos: fazem parte do sistema imunológico e, na minha condição, confirmam a infecção urinária. Menos mau!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Mais um dia

  Ontem nós três fomos à procura dos móveis. Há uns três meses eu já tinha ido pesquisar preços e tinha gostado de um berço branquinho, lindo, simples e barato. E não é que agora tem um rosa pelo mesmo preço! Fiquei feliz. Acho que já no fim de semana/fim do mês dá pra levar. Fomos também fazer a lista de presentes do baby chá, mas a moça disse que tem que ser só uma semana antes da festa. E eu disse: "mas como vou entregar os convites com antecedência assim?". Talvez voltaremos lá na segunda.
   Cheguei um pouco atrasada no cursinho pra poder ficar um pouco mais com o Vi (era aula de inglês, não fazia mal faltar). Conversamos bastante, isso nos faz muito bem e, no fim da noite, me sentia bem pertinho dele, mesmo estando muito longe fisicamente. Como ele mesmo disse, "estamos crescendo junto com a nossa bebê" e isso é maravilhoso.
   Preciso de uma "organização mental", sabe. Tô muito ansiosa, cansada, por vezes chateada... preciso me organizar. Quero estudar mais, quero produzir mais, quero ficar tranquila também. Preciso de um pouco de paz - e a Anita agradece, né?!
:*  Gostosinha, fica bem, Te Amamos muuuito, muito!!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Sete Meses :)

   Enfim, sete meses completos. Hoje fomos fazer um exame daqueles constrangedores, a Bacterioscopia. Ainda bem que é rapidinho. Tive um enjoozinho de leve, por conta de um perfume muito doce de uma moça que sentou ao meu lado. Esse perfume é insuportável e, para o nosso azar, está na moda!
   Ontem foi um dia difícil. Briga com minha mãe porque eu disse que não vamos ficar aqui quando Anita nascer. Foi terrível. Apesar de ter sido a mesma ladainha de sempre, dessa vez foi muito pior, acredito que por conta da proximidade da chegada da nossa princesa.  Fico chateada quando me comparam com outros casos que me antecederam, principalmente se falam da minha mãe - tenho duas mãe, a que moro é minha madrinha e a outra, biológica, mora longe, com minha irmã. Todo mundo diz "Tu não viu a Poliana? (minha irmã mais velha que teve uma filha aos 17 anos), o André (pai da filha dela) falava as mesmas coisas que o Vitor te fala e agora cadê que ele cumpriu?" ou quando falam da minha mãe "Tu tá repetindo os mesmo erros da tua mãe, tá fazendo tudo igualzinho..." Nem vou comentar sobre isso.
   Quando disse a minha mãe que iria morar com o pai da Anita, ela pirou. Falou que como é que eu vou deixar o conforto que eu tenho aqui pra ir morar com ele, que eu não sei como vai ser, que eu vou sofrer, que eu vou ser humilhada... Que o Vitor não tem como nos sustentar, que eu vou ter que ser sustentada pela mãe dele. Também falou que eu fui/estou sendo a maior decepção pro meu pai - aí foi uma facada no meu peito. Não importa o que falem de mim ou do Vi, fico até triste, mas falar da minha mãe (que mora longe) ou do meu pai (que mora aqui, que me criou desde baby), é querer me matar de tristeza ou raiva. Minha mãe sabendo disso, não fez diferente.
   Mas acho que o pior de tudo foi ela dizer que quando eu sair pela porta dessa casa, posso esquecer, que eu vou estar sozinha, que a minha família vai me abandonar, que eu não vou poder voltar. Claro que ela aposta todas as fichas de que vai dar tudo errado comigo e com o Vi (que vai ser igual a minha mãe - ela sempre enfatiza) e que eu vou querer voltar e ela disse que não sabe se vai me aceitar. Há meses eu disse ao Vi, que esse era o meu maior medo, de que quando eu fosse embora todos achassem que eu estaria sendo ingrata e não me aceitariam de volta nem pra visita, sabe.
   E tudo isso vai ficando pior com o passar do tempo, com a aproximação da data do nascimento... aproximação do "rompimento" com a família e com as novas experiências com a nova família... essas coisas. Eu agradeço a Deus e à minha filha por ter uma gravidez tranquila em relação à saúde e tudo o mais, mas essas brigas com a minha mãe, esse estresse todo antes da mudança é barra. Sempre me preocupo em falar com a Anita quando isso acontece. Digo a ela que está tudo bem, pra ela não ficar preocupada - e ela começa a se mexer em resposta. Taaão gostosinha *.*
   Queria mesmo que alguém visse que a gente pode sim dar certo, que não estamos fazendo tudo sem pensar, pelo contrário, pensamos nisso desde o início. Vai ser bem difícil, nós sabemos, mas achamos que juntos será a melhor forma de criar a nossa princesa. Se tivermos apoio é claro que será muito melhor, mas que a gente não vai se acomodar a situações como morar de favor, ter um empreguinho de nada ou coisa do tipo. Temos nossos objetivos e não é por causa da Anita, do nosso presente de Deus, que vamos desistir deles. Pelo contrário. Ela é um incentivo a mais na nossa caminhada, pra gente encontrar forças um no outro e nela pra poder vencer. Por favor, não nos compare a águas passadas. Não somos iguais a ninguém!
Te amamos demais, princesa! Você é tudo em nossas vidas. Vê se fica bem :)

P.S.: Feliz Aniversário pro meu irmão, Denny Vitor, 24 anos hoje. Ele é meio chato, mas é meu irmão :) E também parabéns pra nossa gostosinha, 7 meses hoje!! Agora só faltam dois pra vc chegar minha princesa. Estamos te esperando ansiosos!

domingo, 21 de agosto de 2011

30ª Semana

   Dá pra acreditar? 30ª semana! Mais umas nove ou dez e a Anita já está por aqui, no meu colinho *.*
   Dentro dessa semana que passou, estive triste. Por conta da infecção que já falei, por ter que tomar mais remédios e mais uma coisinha que ainda não me adaptei: Essas mudanças físicas! Sabe, não é bobagem de grávida. Eu já ouvi muita gente dizendo "Que grávida linda!", inclusive o Vi, que me diz sempre. Mas é tão difícil de acreditar. Só vejo que minhas roupas não me cabem mais, até meus shorts de mendigo que eu fico em casa, agora só tenho uns três. Calça jeans nem em sonho. Tem aquelas com elástico na cintura, mas estão meio apertadas nas pernas, uso só de vez enquando. 
   Quinta feira foi a gota d'água. Minha mãe me comprou um sutiã lindo, preto de renda, mas ela esqueceu que o meu n° não é mais 42. Ele não ficou apertaaado, mas meus peitos tavam pulando pra fora, mal-cobertos e a pior parte é que eles estão muito marcados com estrias :( Minha mãe me fez experimentar o dela, que ficou no tamanho certo, 44, mas era dela, eu não queria ficar, mesmo ele sendo lindo também. Falei que ia guardar e usar depois. Ela acabou ficando com o meu e eu com o dela. Coisa de mãe! Mais tarde, quando fui pro cursinho, resolvi usar o sutiã novo e ela pediu pra ver. Fiquei morrendo de vergonha de mostrar pra ela por causa das marcas. Ela olhou: "Eeiita (de susto). Nossa, ficou bonito!".
Quase 30 semanas e uma mini-barriga :D
   Ai, essas coisas me deixam tão triste, sabe. As lágrimas me vêm com a maior facilidade agora. Eu adoro a Anita, adoro ser a mãe dela, adoro poder ser mãe... mas eu realmente não tinha ideia do quanto cada partezinha da gravidez seria difícil, me exigiria tanto. E essas mudanças físicas estão mexendo muito comigo. Parece que tá sempre todo mundo me olhando - minha barriga, é claro, e depois olham pro resto. Me sinto como numa vitrine. Todo mundo chega e quer ver e tocar minha barriga. Trocar de roupa na frente de alguém, nem pensar. Morro de vergonha. Pior que ainda faltam dois meses. Parece que tudo fica maior a cada dia: barriga, peito, bunda, coxas... tudo! Não vejo a hora de vc nascer, filha.
   Saindo disso, ontem quando fui tomar banho, adivinha: uma gotinha de leite de cada lado! Parece que não vão faltar suprimentos pra Anita! Espero que vc mame muito, viu gostosa. Não quero ficar com eles deste tamanho pra sempre não! Hoje, quando acordamos, ficamos brincando de pega-pega. Passava a mão na barriga e a gostosa se mexia bem onde tava minha mão; passava em outro lugar e lá ia ela... mexidas de leve, pareciam carinho.  
Te amo muito minha gostosinha linda! :*

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Boletim Gestacional VIII

    A consulta de hoje não foi muito animadora. A infecção continua e teremos que tomar mais remédios. Hoje repetimos os exames de sangue, que ficam prontos na terça. Espero não ter mais surpresas, a não ser a cura da anemia, já que tomei uma dose maior de Sulfato Ferroso esse mês. Fiquei tristinha com o resultado desse exame de urina. Esperava que já estivesse curada :x
   Anita hoje deu uns chutões daqueles que parece que vai sair da barriga. Mas foi rapidinho, depois continuou quietinha, como está desde ontem. Talvez seja a saudade do pai. Não o vemos desde o fim de semana :/ Ontem à noite tava sem sono e fiquei estudando até de madrugada. Anita me acompanhou até irmos dormir à 1h. Como hoje tivemos que acordar cedo, tive bastante sono pela manhã. Depois fiquei pensando "Como será quando ela nascer e eu mal dormir umas três ou quatro horas por noite?" Veremos...
:* Filha, Te amo! Agora vamos pra aula supertédio de Biologia :P

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Segundo Trimestre II

   Continuando a falar de mudanças... É, foram muitas. Às vezes Vi me olha e pergunta "Que olhar é esse?" e eu fico na minha ou digo "nada" ou sei lá, nem sei explicar direito. Numa dessas respondi que achava que estávamos diferentes e diferentes pra melhor. Sabe, acho que a gente tá se adaptando bem, tá crescendo e amadurecendo juntos. Isso é maravilhoso! Mas eu realmente vejo ele com olhos diferentes. Parece que ele cresceu e que agora já tem cara de Pai da Anita. Eu ainda não consigo me imaginar como mãe, sabe. Um neném no colo, amamentando, vestindo, dando banho, trocando fralda... essas coisas. Mas mesmo assim, penso que estou mais preparada pra essa nova fase e que com o avançar do tempo isso tende a melhorar ainda mais.
   As alterações físicas são as mais notáveis, é claro. Agora eu já tenho uma barriga de grávida, tem gente que cede lugar pra mim no ônibus e também não tenho tanta vergonha das filas preferenciais. Mas tem a parte chata também. Aquelas garotas - falsas, fúteis, metidas... - do cursinho que ficam me olhando feio, algumas me olham dos pés à cabeça, outras só olham pra minha barriga. Sei que não devo me importar com isso, mas é uma situação bem chatinha. Ah, e as minhas roupas não param de encolher :P
   O relaciomento com os meus pais não poderia estar melhor. Apesar de alguns conflitos com minha mãe no decorrer desse período, hoje vejo uma vovó coração de pedra que não vai resistir à doçura da Anita. Sempre que vai ao centro, traz uma coisinha pra ela, uns pares de meias, fraldas de pano e agora até roupinhas! Vive perguntando "Quando é que vcs vão comprar o berço? Tem que fazer logo os protetores, os lençóis, arrumar a cesta e a farmacinha...". Ela já comprou o tecido pra isso tudo há um mês! Lembro que com a Ana Luíza, a primeira neta, também de uma gravidez precoce, ela foi bem ranzinza até o fim e quando nasceu... não preciso nem dizer que foi a mais babona e é até hoje. Já ouvi até a Ana com ciúmes e minha mãe dizendo "Ah, a Anita vai ser a mais bela da casa só quando nascer, por enquanto só tem vc...". Que mimo! Quem diria...
   Como disse anteriormente, Vi e eu estamos melhores a cada dia. Não vemos a hora de estarmos juntos na mesma casa, sem precisar dizer "Boa noite" e ir embora ou pelo telefone. Bastará fechar os olhos. Durante o sengundo trimestre acho que essa foi minha maior preocupação. A gente não tinha nada muito concreto, mas as coisas foram melhorando. Tivemos muitas conversas decisivas e agora estamos mais tranquilos - à medida do possível, é claro. Estamos mais ligados, mais crescidos. Falamos sobre Anita com mais naturalidade, antes parecia meio tabu, um achava que o outro não queria falar. Acho engraçado quando estamos no shopping, por exemplo, e vemos uma criança fazendo birra. Um olha pro outro, Vi olha pra minha barriga "Não né filha, vc não vai fazer isso" :P
   Nossa, como eu chorei nesses meses todos. Eu espero que vc seja muito forte, filha, e não seja chorona feito a mamãe. Chorava por ouvir algo ruim sobre nós, por achar que nada ia dar certo, por ansiedade, porque eu não via nada pronto, por preocupação por estar sem grana, por achar que, saindo de casa, iriam me ver como ingrata, que perderia minha família... Agora vejo que muita coisa era bobagem, bobagem de grávida, que vira uma avalanche, uma tempestade em copo d'água. Mas nunca se atreva a dizer que isso a para uma grávida!
   Por fim, o segundo trimestre foi uma constante mudança, como é a gravidez num todo, mas parece que esses três meses foi um apanhado de tudo. Agora, já no terceiro e último trimestre parece que só resta esperar. Esperar e também deixar tudo prontinho pra nossa princesa. Pra quem vê de fora, esses nove meses são eternos, mas pra quem os vive diretamente passa muito rápido. Uma gravidez, mesmo que planejada, traz mudanças que nem em nove anos vc teria. Eu, por exemplo, passei a ser menos egoísta, menos consumista, talvez menos crítica e mais compreensiva. Posso até manter alguns defeitos, ninguém é perfeito, mas sei que sou uma pessoa melhor agora.
   No início de tudo eu entrei em desespero, não poderíamos ter um filho naquele momento, mas agora eu penso que a Anita veio pra melhorar a nossa vida. Nos uniu como casal e como família. Não é nada fácil uma gravidez aos dezoito, claro que eu não queria. Mas, a partir do momento daquela pequena desconfiança que passou de quase certeza a certeza absoluta, eu pensava "Meu Deus, vou ser mãe! Que maravilha! Que loucura!". Foi exatamente o que pensei quando cheguei em casa e olhei pela enésima vez o positivo. Não poderia voltar atrás, nem queria. E aqui estamos, com quase 30 semanas de gestação, quase 7 meses. E a Anita veio mesmo pra melhorar tudo, não tenho dúvidas. Obrigada por tudo isso minha princesa. Além dessa gravidez super tranquila, vc nos trouxe o que há de melhor: O Amor, de mãe, de pai, de casal, de família... Te amamos muito muito mesmo. Fica bem, viu filha!
:)

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Gestação: Segundo Trimestre

   O segundo trimestre já terminou e com ele, dizem, a fase mais gostosa. Sem enjoos - que nunca tive! - um ganho de peso enorme - 6kg - tivemos muuuitas alterações emocionais, muito sono, muita ansiedade, que deve aumentar com a proximidade da chegada... Mas foi, sim, a fase mais gostosa até agora. O primeiro trimestre foi meio turbulento relativo aos relacionamentos em casa e até comigo mesma. Fiquei naquela aflição por quase um mês, pois quando resolvemos fazer o exame, em março, já tinha quase dois meses de gestação.
   Mas nesse período também tive muitas mudanças: físicas e mentais. Fiquei mais calma nas últimas semanas, relevando alguns comentários e chateações. Meu relacionamento com meus pais e com o pai da Anita melhorou e melhora a cada dia - Filha, vc tem um pai de ouro! - me sinto mais madura, mais preparada para a maternidade, apesar de ainda ter um medinho de não dar conta, mas isso, acredito que só vai mudar com a sua chegada, gostosinha. Acho que toda mulher pensa assim, que não sabe se vai conseguir e tudo o mais. Eu tenho medo de pegar um recém-nascido no colo, como é que vou cuidar de vc, que é tão pequena e frágil?
   Hoje pela manhã vi alguns bebês lá no posto. Uma amiga minha que também se consultava lá já teve a bebê, tão pequenininha. Foi cesária e segundo relatos da mãe dela, foram 22hs de trabalho de parto (a bolsa já tinha rompido) até fazerem uma cesária de última hora. Que medo! Filha, por favor, não deixe que a mamãe tenha que passar por isso. Vamos ter um parto normal, princesa? É melhor pra nós duas.

Hora da aula! Continua...

Boletim Gestacional VII

"Meu coração pertence ao papai"
   Tivemos consulta hoje. Como o último exame ainda não ficou pronto, voltaremos daqui dois dias. Temos outra bateria de exames a fazer, mais remédios anti-anemia pra tomar, mas está tudo ok. Ah, temos uma ultra pra esse mês, desta vez nem tô tão ansiosa - veremos na véspera! Nossa, como demorou hoje! Chegamos às 7hs, como sempre, mas demourou mais de uma hora para medirmos a pessão e pesar, mais vinte minutos pra tomar as vacinas - quadro completo hoje! - e mais uma hora para sermos atendidas. Saimos de lá depois das 10:30hs.
Vovó Nery que deu :)





Tirei algumas dúvidas sobre as cãimbras, que foramo muito constantes esse mês, sobre os remédios, que eu tinha recebido uma dosagem maior do que a receitada, daí queria saber se fazia mal; se havia alguma posição que eu ficasse que imcomodasse minha princesa - sempre que deito de lado vc chuta a doidada, viro pro outro lado, chute de novo, fico de frente, para. Que menina abusada! A enf. disse: "É, reclama mesmo. Você tem que se adaptar", vê se pode! Perguntei ainda sobre o pós-parto, quanto tempo terei de ficar de repouso, essas coisas. Vc deu trabalho hoje pra achar seu coraçãozinho. Está a 128bpm. e a autura do útero aumentou bastante, 26cm. É claro que agora dá pra notar que eu  estou gravidíssima :)
Presente da Bisa :)
   Tivemos um bom fim de semana, passamos nós três o dia dos pais e adivinha quem ganhou o presente?! Anita, é claro! Boddy que a tia Jaque deu e dias antes ganhou uma saída da maternidade da bisa Graça e outras roupinhas da vó Nery. Tá enchendo o guarda roupa, hein gostosa! Sempre que vejo essas roupinha fico pensando "Será que vc vai caber aí dentro?", parecem tão pequenas.
 

 :* Gostosinha, te amamos muito!

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Semana

   As postagens andam meio devagar porque Anita e eu estamos trabalhando bastante e vendendo muito (amém!). Tem até encomenda, tô meio 'ferrada'. Como o artesanato exige um dom, modéstia a parte, então, sou só eu mesmo (e Anita, é claro) neste trabalho. Não é que seja difícil de fazer, mas é que ninguém sabe fazer do jeito que eu faço, do jeito que eu gosto. Tá sempre tortinho, murchinho... essas coisas. Daí nem dá pra dividir o trabalho. Mas vamos conseguir dar conta do recado, sem esquecer, é claro, do tempo reservado ao estudo/cursinho, afinal, as provas estão aí na porta (e Anita também!).
   Hoje fomos fazer oooutro exame de urina e temos consulta na próxima semana (que demora!). Espero que esteja tudo certo conosco e que aquele remédio horrível tenha dado jeito nessa infecção.
   Anita deve estar enooorme agora. Dá umas mexidas diferentes, parece que está 'me empurrando', se espreguiçando... bem engraçado de sentir.

:* Gostosa. Te amo muitão! E seu pai te manda beijos toda noite antes de dormir. Te amamos demais!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

O tempo tá apertando...

   Faltando pouco mais de dois meses para o grande dia, a grande mudança em nossas vidas, a chegada da nossa princesa. Nem dá pra acreditar que foi há mais de cinco meses que uma aflição tomou conta de mim e em um dia marcante de março li um pequeno POSITIVO no exame de sangue. E agora estamos aqui nos preparativos pra sua chegada filha.
   Tiramos uma folga no fim de semana. Nada de trabalho, nada de cursinho (perdi aulas importantes de física, mas sem dor na consciência). Estavamos precisando de descanço. Passamos um bom sábado e domingo, eu e seu pai juntinhos e vc também pareceu estar cansada, ficou encolhidinha num canto. Seu pai ficou babando minha barriga um bom tempo :P
   Não vemos a hora de ver tudo pronto, só aguardando vc chegar. No fim do mês ou no início do próximo começaremos as compras dos móveis, faremos o baby chá ou chá de fraldas e compraremos o que faltar. Estamos tão ansiosos. Você nem imagina, gostosa. Ficamos imaginando como vc é, como é o seu rostinho, se é gordinha, magrinha, de quem vc vai herdar os olhos e o sorriso... Não vai demorar tanto pra vc estar logo em nossos braços.
Te amamos muitão, princesinha :*

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Mais trabalho!

    Bem se vê que Anita vai puxar o dom do artesanato da mãe, que minha irmã e eu herdamos de nossa mãe, que deve ter herdado de nossa avó... Assim que começamos o trabalho ela não para :P  Fico dividida entre estudar e fazer esse trabalho. E quero fazer tudo ao mesmo tempo! Hoje, saímos pra comprar material e ainda ficaram faltando algumas coisa, mas com o que tenho, dá pra fazer mais e depois comprar o resto. Mas eu fico com vontade de voltar lá e comprar tudo de uma vez e fazer mais um monte de chaveiros e tiaras e amarradores num único fim de semana. Ê ansiedade! Espero meeesmo que vc não seja assim, filha :)
Minha :)

Da Ana, garota propaganda :)
Chaveiros e amarradores no centro

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Boas Vindas :)

   Hoje pela manhã nasceu minha chará, irmã do meu amigo Arthur. Ela nem esperou os nove meses, mas, segundo ele, é saudável. Aqui ficam nossos desejos de Boas Vindas e Tudo de bom pra Bárbara. Espero que vc e ela possam ser muito amigas, filha!
:* Seja Bem Vinda, pequena Bárbara! Filha, te amo!!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Trabalhando...

   Demorou mas conseguimos terminar os chaveiros e tudo o mais. Anita e eu ficamos acordadas até duas da manhã costurando, colando, queimando os dedos... À uma hora, ela já chutava de fome, às duas queria ir pra cama, mas sempre umas mexidinhas como quem diz "tô aqui com vc, mamãe!". Minha filha é uma gracinha *.*

   Resultado: Fomos dormir às duas e meia e acordamos às seis, porque ainda faltava o acabamento. No ônibus, indo deixá-los pra uma amiga vender, uma mulher se interessou e pediu meu telefone. Nosso trabalho vai fazer sucesso na cidade toda, gostosa :)

Amarradores

Tiaras

Chaveiros

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Por toda parte

Ipês: Estão sempre por ali, geralmente sem serem notados e, de repente, lá estão eles por toda parte. E vc se pergunta: "De onde saiu essa árvore que eu nunca vi?". Não sei ao certo, mas, por observação, eles devem florescer durante um mês do ano. As folhas caem e eles florescem. As flores caem e eles ainda florescem de novo. Vale a pena parar um minutinho e ver essa maravilha! :)

Estrada de Ferro - Centro

Perto de casa


EFMM - Centro - PVH - RO