Quantas visitas!!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Que venha 2012!!

Passeio no Shopping.
Então, o Natal foi bom. O primeiro junto da nossa gostosinha. Ela dormiu e nem posou pra foto. No dia seguinte fomos visitar a decoração de natal na Estrada de Ferro, mas lá tava parecendo um parque de diversões, um monte de gente tirando foto com a decoração, crianças correndo, em cima das casinhas quando tinha uma placa derrubada escrito Favor, não subir nos enfeites, tava um frevo só e a gente tava meio perdido, achando o passeio meio chato, loucos pra voltar pra casa. Aí vem a melhor parte do passeio: o ônibus! A Anita adorou porque fica chacoalhando. Teve até musiquinha pra Anita não chorar quando o ônibus parava no sinal.  Chegando em casa, não tinha ninguém. Demos um banho nela e a fizemos dormir. Parecia até que estávamos chegando na nossa casa. Foi uma sensação tão boa. Foi um Feliz Natal em família!
 Ontem fomos à pediatra. Tudo ok com a dona Anita. Está com 5,400kg e 58cm. Tivemos que comprar uma pomadinha e um sabonete antialérgico pra tratar de uma dermatite que já está melhorando.
E 2012 está chegando... 2011 foi bom, mas eu tô louca pra que 2012 chegue logo. Quero fazer o melhor pela minha filha e pela minha família, quero estudar, quero ter um bom emprego, passar num consurso e finalmente ter a nossa casinha. Não vejo a hora mesmo. E as promessas de ano novo? Eu querooo... mudar a alimentação, me exercitar, criar uma rotina decente, ter um tempo pra mim... além do que já disse sobre estudar e ter um emprego ter nossa casa!

Gente, muito obrigada a todos que nos acompanharam durante este ano, saibam que cada comentário com palavras de insentivo, de consolo me ajudou muito. Aos que ficaram ansiosos junto com a gente pela chegada na gostosinha, às felicitações, a tudo mesmo. Obrigada por estarem comigo, por estarmos juntos. Foi um ano e tanto. Cada postagem foi uma espécie de desabafo mesmo, eu precisava e preciso compartilhar todo esse turbilhão que é ter uma filha aos 18 anos. A todos vocês, um FELIZ ANO NOVO, muita paz, muita saúde, que tudo se realize, que 2012 seja melhor que 2011... Às mamães blogueiras, que seus filhotes continuem lindos e maravilhosos e que vocês continuem compartilhando um pouquinho deles comigo também! Um beijão e BOAS FESTAS!!

sábado, 24 de dezembro de 2011

Fim de ano...

21.12: Os resultados do Enem foram divulgados de surpresa. Era véspera do meu aniversário. Minha nota foi "insatisfatória", fiquei decepcionadíssima. Passei o dia tranquila, mas um pequeno comentário da minha mãe sobre essa nota acabou com o dia: "Parabeeeéns (com um tom muito irônico). Depois de nove meses de cursinho (e foram sete...)". Preciso dizer que chorei muito depois disso?! Ainda bem que tinha duas preciosidades comigo, a Anita e o Vi.
22.12: Completo 19 anos! O dia começou às 5hs, Anita reclamando no berço. Meia hora depois ela começa um chorinho e eu fui pegá-la. Ela abre um sorriso. Foi a primeira a parabenizar a mamãe! Depois disso, o dia ficou cinza pra mim. Parecia que todos tinham esquecido. Minha mãe, ainda com tom irônico, me parabeniza. Meu pai, que sempre é o primeiro, dessa vez foi o último, já à noite, depois do Parabéns pra você. À tarde encontrei o Vi e fomos passear com a Anita. Na volta, SURPRESA!, meus amigos em casa com bolo e parabéns! Me enganaram direitinho e eu fiquei muito feliz :D


  Tô morreeeendo de cançada! Esse negócio de acordar cedo acaba comigo. Amamentar então... é só ficar sentada, mas gasta muita energia. E olha que ela ainda nem engatinha, nem anda, nem fala... imagine quando tiver quebrando tudo por aqui...

   Como tá cada vez mais raro aparecer por aqui, já vou desejando a todos que nos acompanham um FELIZ NATAL e um 2012 cheio das melhores coisas do mundo! E que os momentos baby da Anita demorem a passar, porque do barrigão eu já sinto saudades. Todo mundo diz "essa fase de bebê passa rápido!". Que seja eterna enquanto dure!

BOAS FESTAS!!!

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Corujices...

Eu posso não levar jeito para 'conversas' e canções de ninar, mas é nos meus braços que vêm os melhores sorrisos!! Eu te amo, filha!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Acontece

   Qual a mãe que não leva a bolsa do bebê para um passeio?? Claro! A mãe da Anita!! De todas as vezes que fomos passear eu levei a bolsa com trocador, três fraldas descartáveis, duas de pano, água e algodão (Anita não usa lenços). Desta vez, ao sair, ainda olhei a bolsa e pensei "Ah, ela nunca usa e eu acabei de trocar a fralda dela, nem precisa! Ah, e também não vamos demorar!". Então tá, chegando no parque ela abre o berreiro. Olho a fralda: carimbada! "Ai, que droga, logo hoje que eu não trouxe a bolsa!'. Pensa, pensa, pensa... "Vamos pra casa!" (e a Anita não para de chorar). O Vi teve a ideia de usar a única fralda de pano e prender com a faixinha de cabelo. "Vamos tentar!". Chego no fraldário, coloco ela na mesinha, dobro a fralda e ponho nela (eu nem me lembrava como dobrava a fralda de pano, mas não é que eu fiz certinho!). Nunca troquei uma fralda tão rápido. E a Anita continuava chorando. "Não acredito que vou ter que dar de mamar aqui!". Fomos pra casa, atravessando a rua, coloco ela no carrinho e ela dorme. Legal! Belo passeio! Agora pode até ser engraçado, mas eu morri de tanta culpa me achando a mãe mais irresponsável e idiota do mundo! Então, vamos esquecer esse episódio?! Claro que não! Isso tinha que acontecer pra eu aprender que a bolsa tem que ir SEMPRE!
   Ontem, a Anita dormiu o dia todo e eu achei maravilhoso. Ela até deixou eu assistir a novela. Mas chegou a hora de dormir, ela dormiu. Coloco ela no berço, ela acorda. Mais uma voltinha, colinho, blablá, berço. Ela acorda de novo. Mais colo, troca a fralda, mamar... berço. E ela acorda de novo. E isso aconteceu umas cinco vezes ou mais. Quase meia-noite, mando uma sms pro Vi: "Tô perdendo a paciência". Ele liga tentando me acalmar e eu já chorando. Minhas irmãs pegam ela e ficam balançando no colo e ninando. Ela dorme. Berço. Ela acorda (Ai meu Deus!). Minha irmã fica com ela mais um pouco e nada dela dormir. Coloco ela sobre a minha barriga e fico balançando. Dormiu! Uma da manhã ela finalmente vai pro berço apagada. Aleluia! Vamos dormir. Acordamos às seis, ela mamou e dormiu no sofá comigo até as nove.
   Filha, precisamos de uma rotina URGENTE! Minha única refeição tranquila e saudável é o almoço. O café e os lanchinhos são qualquer coisa e sem horário (isso se eu comer). Tá difícil. Mas eu te amo mesmo assim, gostosa! Ontem eu fiquei estressada, falei alto com você e você fez até biquinho (e eu me arrependi na hora), me perdoe. Mas vê se não faz mas isso com a mamãe. Ajuda, vai. Você não tava com fome nem tava sujinha, tava com sono, mas não dormia de jeito nenhum. Que noite, hein filha! Hoje será diferente, né?! Colabora, vai!

P.S.: Hoje, seu pai e eu completamos 1 ano juntos! Um dia especial. Tô tão ansiosa pra vê-lo, bem igual a um ano atrás, quando adiei o encotro em uma hora por um imprevisto, já não aguentava mais esperar. Cheguei no parque e seu pai tava lá no cais com algumas rosas e os melhores beijos e abraços do mundo! Foi um ano e tanto! Parabéns pra gente, por termos chegado até aqui e querermos comemorar essa data incontáveis vezes. Te amo muito, Vi!!!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

O primeiro mês!

Fazendo o que mais gosta!
Puxa! Que vida essa, de mãe!
   As postagens estão num ritmo mais lento devido ao tempo dedicado quase que exclusivamente a Anita. Ainda não temos uma rotina bem definida e tá bem difícil definir uma!
   Começamos o dia assim: ela geralmente acorda entre quatro e cinco da manhã, mama, troca a fralda, mama mais uma vez e dorme até umas sete, oito e meia no máximo. Ao acordar, mama mais uma vez, toma banho, mama de novo. Daí em diante fica a critério dela - por enquanto! Dorme no carrinho ou na rede, acorda eventualmente pra mamar ou fazer manha, dar um passeio pela casa... Sempre mama na hora do almoço - todos almoçam, por que ela não? Geralmente dorme na rede à tarde, mas às vezes só tira uns cochilos e fica acordada a tarde toda. Se o tempo está bom, damos uma voltinha pelas redondezas no fim da tarde. Ela (e o Vi, quando está aqui) nunca me deixa assistir a novela das seis! Começa a fazer manha, mama, toma mais um banho por volta das seis e meia, mama novamente e fica fazendo manha ateeeé dormir, oito, nove, dez da noite.
Anita finalmente viu o parque :)
    Ontem ela dormiu a tarde toda, mamou duas ou três vezes, tomou banho, não fez manha e dormiu das oito e meia à uma da manhã. E ainda sorriu durante a troca de fralda! Hoje ela também dormiu à tarde, mas chorou muito na hora do banho - ela é sempre muito tranquila, adora água e às vezes chora quando sai. Foi um choro tão doído... assustou a mamãe, filha! Fez manha até agora e só dormiu quando a coloquei no bebê conforto, fiquei balançando e coloquei Beatles pra bebês pra tocar, sempre acalma ela. Dormiu no mesmo horário de ontem, então estamos indo bem! :)
Nossa família :D
  Quando fomos ao pediatra, nos disseram para espassar as mamadas de no máximo quatro em quatro horas, mas ela não pega direito quando a acordo pra mamar então deixei selv service mesmo.
   Ai, como eu adoro essa fase em que ela começou a conversar e sorrir. É a coisa mais gostosinha do mundo. De repente para de mamar (sim, ela vive mamando!) e abre um sorrisão banguela, a coisa mais linda! Meus olhos se encheram de lágrimas numa dessas. Chamo todo mundo pra ver. Mãe babona é assim :P
  Ela finalmente aprendeu a se controlar nas mamadas e raramente tem refluxo (Amém!). Mas agora, ao invés de vômito, recebo um belo dum n° 2 dela! No domingo ela fez muuuuita manha. Resolvi dar um banho nela, mesmo sendo nove da noite. Tiro a fralda - Opa! Tá limpinha - lá vem ele, bem quentinho nas minhas pernas, que delícia! (eu tô sendo irônica, tá!). Na madrugada, trocando a fralda só de xixi; limpo tudinho e lá vem um jato e suja tudo: trocador, meu lençol, meu pijama, meu cobertor e uma fralda descart. limpinha que eu tinha separado, pronta pra usar. Chamo minha irmã pra olhar ela enquanto troco de roupa e limpo a sujeira e as duas começam a rir, Anita principalmente, ficou rindo um tempão a engraçadinha. Apronta com a mãe e ainda acha graça!
   Na semana passada ela tomou vacina e furou as orelhas. Chorou bastante; Vi e eu com os corações apertados de ver ela sofrendo :( Mas passou logo!
   Eu tinha mais novidades pra contar, mas acabei esquecendo. Outra oportunidade de postar talvez demore a surgir; mesmo assim, de vez enquando passo por aqui, sempre vejo os comentários e adoro ver que todos adoram a nossa princesinha.
Filha, Te amamos muito!! Continue gostosinha assim :*

domingo, 27 de novembro de 2011

Novidades da semana

   Segunda fomos ao pediatra. Anita está com 4,030kg - engordou 740g em três semanas. Perguntamos sobre o refluxo e o soluço, tudo normal. Ela só é gulosa mesmo! Terça fomos à enfermeira - minha consulta pós-parto - e tudo ok também. Fiquei feliz por constatar que já perdi DEZ quilos e que o resguardo já está acabando! :)
Dia de estreias (terça): Anita usou uma roupa que ainda não tinha usado, pela primeira vez usou sapatinhos, deu o primeiro passeio de carrinho pela praça perto de casa e dormiu pela primeira vez na rede - e adorou!
   Essa semana ela esteve bem manhosa. Quando chega a noite ela começa a chorar, quer ficar no colo passeando pela casa. Detesta ficar no quarto!  Dia desses deixei ela esperniar na cama depois de ter trocado a fralda. Tava limpa, não tava com fome nem sentindo dor, só manha mesmo. Chegou a lagrimar. Quando a peguei no colo, uma calma... dormiu rapidinho!


Colo da tia Sara
    Acabou aquela fase de dormir o dia inteiro. Anita fica acordada por horas se duvidar. E como cresceu! Já perdeu várias roupinhas. Hoje mesmo está estreando uma que já está pequena! Ainda usa fraldas P - não sei até quando, crescendo tanto assim... Bochechas, pra que te quero?! Tá tão gostosinha... Continua acordando só uma vez durante a noite, mas só dorme de novo depois de quase duas horas. Ainda bem que ela não é daquelas que só dorme na cama, aliás, ela detesta a cama; é meio individualista, prefere o berço ou o carrinho(ainda bem!), a rede até que ela compartilha.


Mais novidades contamos depois :**
Filha gostosa, te amamos muito!!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Primeiras semanas :)

Tão gostosinha *.*
   Não dá pra negar: nossa vida nunca mais será a mesma! Começando pelas noites de sono: o horário da Anita é que determina o meu. No fim de semana ela quis mudar a rotina acordando às quatro e dormindo às seis da manhã - mama, troca a fralda, mama, faz manha, mama de novo e dorme -, mas já dorme a noite toda direto de novo :)
   Ela é tão gulosa!! Já fica mais tempo acordada, apesar de tirar umas boas sonecas, como agora. Mama muito, muito mesmo. Não vou negar que fico mal humorada às vezes - Poxa, não faz nem dez minutos! Tomar café só depois da quinta mamada, quando ela dorme. Come tanto que fica sufocada, gofa muitas vezes, mesmo depois de arrotar. Tem dias que, pela manhã, suja cinco bodies, ontem foram uns quatro pijamas, todos com gofadas que, é claro, me sujam também. Mãe também é pra essas coisas.


Acorda sorrindo - 17.11.11
   Ao completar oito dias fomos ao banco de leite, onde teriamos pediatra, mas ele tinha viajado, então fomos avaliadas por enfermeiras. Perguntei sobre as gofadas e soluços excessivos e disseram que é porque ela é gulosa - mas vou perguntar ao pediatra mesmo assim. Na consulta da semana que vem veremos como é o processo de doação de leite - tenho tanto leite que às vezes jorra na carinha dela e eu detesto quando isso acontece, fica toda lambusada, além das minhas roupas ficarem com aquele cheirinho azedo adorável de leite.
   Às vezes acho que não sou uma boa mãe porque onde moramos tem tanta gente querendo pegar ela e, acreditem, até trocam fraldas! Aí eu fico achando que parece que eu não tô nem aí pra ela, mas não é isso. Aos poucos vai caindo a ficha de EU sou a mãe dela, que ela é minha filha e não minha bonequinha que tem várias roupinhas pra eu trocar o tempo todo.
Filha, perdoe a mamãe, ela ainda está aprendendo esse negócio de maternidade, mas não esqueça que ela e seu pai te amam muito!! :*

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

A chegada

Domingo, 17hs: Lágrimas e mais lágrimas com a partida da Gabi. Motivos: ela saiu daqui com 3 aninhos e agora está com 20; ela veio pra ver a sobrinha nascer e a danada não nasceu; não sabemos quando sará a próxima visita. :/
17:30: Chego em casa, mais lágrimas. Ligo pro Vi, que chega duas horas depois. Conto a ele como foi no aero e ele me tranquiliza. Conversamos com a Anita sobre a data de seu nascimento, que poderia se no dia das bruxas, mas que não fosse em finados.
20:30: Sentamos no chão pra conferir a mala da maternidade. Alguma coisa escorre lá embaixo. Passados cinco minutos resolvo ir ao banheiro e SURPRESA: um sangramento! "Vamos na maternidade, Vi?!".
21:00: Na maternidade o médico faz o toque e o tampão termina de sair. "No mais tardar, amanhã nasce!". Sorriso de nervosismo e ansiedade no rosto :)

Segunda, 2:00: Dor intensa. Procuro a mão do Vi pela cama e aperto com força. Cinco em cinco, seis em seis, sete em sete, oito em oito, cinco em cinco minutos de novo. Cada vez mais forte. Sim, agora sim são contrações!
5:30: Me rendo e vou tomar banho pra ir pra maternidade.
6:15: Entrada na maternidade. A recepcionista vendo a minha cara nem pergunta e põe no prontuário 'dores de parto'. Entro para avaliação. Pressão 10x7, 5cm de dilatação. Visto a linda bata e vou pro leito/sala de parto, mas a enfermeira diz que eu teria que ficar andando num mini corredor pra ajudar a dilatar. Ando, ando, ando... Tô morrendo de fome, esqueci de tomar café, tomo vários copos d'água com medo de comer alguma coisa e vomitar. Lá vem um suco de acerola com gosto de vômito no capricho!
8:00: Reavaliação: 6cm! Que droga, não tá dilatando! Contrações terríveis. Não sei em que posição era pior, andando, sentada, deitada... Mede pressão, pulso e o coração do bebê - a droga do aparelinho desligava no meio do tempo, tinha que começar tudo de novo e lá vem mais uma contração.
11:00: Vem um médico do quinto dos infernos, bem na hora de uma contração e estoura a bolsa, sem mais nem menos. Muita água! Vou tomar uma ducha quente, um alívio! Ah, tinha sempre alguém comigo no banheiro, situação super confortável!
12:00: Depois de dez horas sem comer, só tomando água, me aplicam um soro de glicose e ocitocina. Nem precisava perguntar, eu já ia aceitar mesmo! Agora as contrações eram mil vezes piores. E lá vem o cara com o aparelho pra ouvir o coração de dez em dez minutos. Que porre! Eu olhava pra cara dele pedindo "por favor, vai logo!" e ele sempre muito gentil: "Eu sei que dói, aguenta firme!".
13:00: Hora de fazer força. Chegam os aparatos para o parto. Força na hora da contração. "Sem gritar" a enfermeira ficava falando. Na hora eu pensei "Vem sentir essa dor no meu lugar pra ver se tu não grita!", mas realmente sem gritar era "mais fácil". Umas quatro vezes fiz força e lá vem uma anestesia pra fazer o corte. Só deu tempo de anestesiar de um lado. Na contração seguinte a Anita estava fora de mim, chorando.
13:20: Hora oficial do nascimento da minha princesa, embora na minha câmera tenha fotos de 13:18. Assim que ouvi o choro dela, abri os olhos (não vi nada durante o parto, fiquei de olhos fechados). Tentei ver aquela coisinha ali, chorando entre as minhas pernas. Logo ela já estava no meu colo e eu fazendo carinho nela. O pai logo fez questão de contar todos os dedinhos e eu só os beijei, sem me importar com a quantidade.
14:00: Pego o celular e procuro o número de alguém que deva saber que a Anita nasceu. Sorrielen (minha melhor amiga). "Mas já tá podendo falar assim?".  Ligo pra casa, mas sabia que todos já sabiam. Arthur, não atende. Mãe que mora longe, "Mas já tá falando assim?". É, parto normal é uma maravilha!
16:00: Depois de tirar uma soneca e quase derrubar a Anita, que tava no meu colo enquanto eu caia de sono, fomos para o quarto/alojamento conjunto. Mamãe ficou com a gente, trocou a primeira fralda durante a madrugada e deu o primeiro banho no dia seguinte. Anita acordou lá pelas 4hs pra mamar e dormiu até as sete, acordada sob pressão para o banho e é assim até hoje, nove dias depois. Uma benção!

Terça, 11:35: Saída da maternidade. Que alegria. Chegando em casa, todo mundo babando em cima da pequena princesa. Dormiu a tarde inteira, acordou as 23:00 e dormiu a 1:30 da manhã. "Vamos tirar uma soneca só até o próximo choro", e lá se vão seis horas de sono direto. Continue assim, hein princesa!

Hoje, nove dias depois: Anita dormiu as 2:00 e acordou as 7:30, acordada sob pressão para o banho. Não chora mais pra tomar banho, adora a voz e o colo da Vó. Mama bem e é bem gulosa, até gofa às vezes, principalmente se notar que eu tô de robe. Já engordou 55g quando o normal é perder peso nas primeiras semanas. Dorme que é uma beleza. Todo mundo pena pra ver ela de olho aberto. Já disse que depois das 22hs é o que há!
   
  Quanto a mim, já me sinto mais mãe, mas quando me olho no espelho, com ela dormindo no meu colo, ainda me vejo como uma garotinha. Creio que crescerei junto com ela. Ontem experimentei um dos meus jeans favoritos e ficou ótimo. Um pouco apertado, mas já cabe! :D Às vezes fico triste por ter que passar pela situação em que estamos: Vi e eu não moramos juntos ainda, temos uma filha e tenho que pedir pra minha mãe pra ele dormir aqui enquanto a namorada do meu irmão dorme aqui quando quiser sem problemas (e sem filhos!); dependemos da mãe dele pra nos levar ao médico porque a CNH no Vi ainda não saiu, é sempre uma situação imcômoda e vou poupá-los dos detalhes. Ainda tem o tal resguardo, não existe nada mais intediante e irritante, não se pode fazer nada e não me conformo de não poder pegar numa agulha pra remendar meu tênis!
   Mais detalhes conteremos depois. Um beijo e obrigada pelo carinho de todos. A Anita acabou de sorrir em agradecimento. Deve estar sonhando com o quentinho ventre da mamãe :)
Te amamos muito Filha!

P.S.: Filha, seu pai tem sido maravilhoso conosco. O melhor companheiro que poderiamos ter. Ele foi muito forte e aguentou tudo junto comigo, segurava minha mão e me tranquilizava durante o trabalho de parto. Cuida muito bem de você e faz tudo por nós duas. Espero que um dia você possa reconhecer tudo o que temos pra te dar. Te amamos muito! Obrigada por estar sempre comigo, Vi. Você é simplesmente maravilhoso!

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Presença de Anita

Primeiros momentos no mundo
Chegando em casa, direto pro berço

No carro

Consegui um sorriso

Mamãe e Filhinha :)



  Anita chegou e nossa vida vai mudando a cada instante. Ela dorme o tempo todo, chora pouco e mama bem. Nasceu muito saudável e mais linda do que eu poderia imaginar.  Deus, muito obrigada por esse presente!
















segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Nasceu!

Babsbela (que no momento descansa na maternidade) de forma gloriosa venceu as temíveis e insuportáveis contrações e outras tantas dores do parto, para trazer ao mundo a pequena Anita, que nasceu muito saudável e pairando no ar com seus 3,290 kg e 49 cm da mais completa forma de felicidade, às 13:20h do dia vigente (31/10/2011).


Estamos muito felizes com nossa garotinha!


Ass.: Papai.

domingo, 30 de outubro de 2011

Despedida :(

E a saudade que fica nem cabe ali...

Anita não vai conhecer a tia Gabi :(

   Então filha, você vai deixar sua tia Gabi ir embora sem te conhecer. Na madrugada do dia 29, jurava que você tava querendo chegar, mas foi só alarme falso. Confesso que fiquei chateada o dia todo. Queria tanto que você tivesse nascido nesse dia, o aniversário da sua avó e sua tia indo embora hoje... Confesso também que tava me sentindo pressionada, agora não tanto, depois de um desabafo com seu pai e depois com a sua tia. Poxa, eu queria que você nascesse antes de ela ir embora, mas tudo bem, você preferiu ficar por aí e talvez tenha sido até melhor. Ontem ficou um clima tão tenso por aqui... Não tem problema você ficar mais um pouquinho, mamãe não está chateada com você. Eu só queria mesmo que sua tia pudesse te ver. Mas agora não dá mais tempo :x
   Também estou tão curiosa quanto todo mundo pra te conhecer, mas saber como você é é o de menos. Eu quero logo poder te pegar no colo e dizer "Oi meu amor!", poder te dar todo o amor e carinho do mundo, te alimentar, cuidar de ti... você não sabe o quanto eu espero pra poder fazer isso. Seu pai também tá bem ansioso, Estamos preparados agora. Você pode vir e cuidaremos direitinho de você. Te amamos muito princesa. Vê se chega logo! :**

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Anita tá chegando...

   Eu não sei como é uma contração, mas acho que já está perto de a Anita chegar. Pela tarde senti umas dores incômodas, como cólica, e muita dor nas costas. E continuam, mas não consigo determinar têm frequência. Vai ficando mais forte e para, mas é bem suportável.

   Não aguento mais comentários e perguntas do tipo "Já nasceu?", "Poxa, essa menina não nasce logo...", Quanto tu fez no Enem?". Olha, aos que gostam de perguntar essas coisas, aviso: Todo mundo vai saber quando ela nascer, não se preocupem. E nada de ficar me ligando todo dia. Eu vou avisar! Quanto ao Enem, não vou corrigi-lo tão cedo. Tenho mais com o que me preocupar: A chegada da minha filha! Perdoe a aspereza, mas é f#@* ouvir isso o tempo todo nesse momento. As mamães já devem saber como é.
Filha, estamos te esperando! :**

terça-feira, 25 de outubro de 2011

39 Semanas!!

Praça das Três Caixas d'Água
   Filha, você está de parabéns! Se comportou direitinho durante as provas do Enem, ficou quietinha o tempo todo, só começou a brincar quando a mamãe já tinha terminado e estava enrolando pra poder sair com a prova da sala no primeiro dia. Muito obrigada, princesa!
   Então, Anita ainda está por aqui na barrigona. Segunda tivemos consulta e está tudo ok, Anita com 138bpm. Seu enxoval tá quase pronto hein filha. Eu sei, sua avó está nos enrolando, mas espera só mais um pouquinho. Faltam só o protetor de berço, que já está pela metade e já tem cortinado, e a 'saia' da cesta. Hoje fomos ao centro, compramos mais algumas coisas, tiramos fotos com a tia Gabi... Tudo de bom. Agora filha, pode nascer no dia que você quiser, mas que seja antes da sua tia ir embora :) 
Palácio do Governo - Porto Velho - RO
Te amamos muito!!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Ansiosa e tranquila

  Estranha combinação Ansiedade/Tranquilidade, mas é assim que estou. Minha irmã finalmente chegou hoje. Amanhã e depois farei as provas do Enem. Todo mundo preocupado de a Anita querer nascer por esses dias. Só depois, né filha! Já conversamos.
   Então, desde terça percebo alguns sinais. Primeiro, uma coisa gosmenta que chamam de tampão começou a sair, na terça um pouquinho, na quarta um poucão. Mais um mal estar que tive o dia todo, mais umas contrações 'leves' no fim da tarde. Ainda bem que foi só de brincadeira, né princesa?!
38 semanas :)
   Hoje fomos pro aeroporto às 8:30 buscar a Gabi e chegando lá descobrimos que o voo só chegava às 10:20. Tudo bem, ficamos por lá, meu pai, Anita e eu (Anita bem animada). Umas 9:00 minha mãe liga pedindo pra irmos comprar algumas coisas no centro. Nos atrasamos e a Gabi acabou tendo que esperar uns 20 minutos no aeroporto. Viemos pra casa e, filha, acredite, uma mala inteira só de coisas pra você! Tudo lindo! Fraldas personalizadas, muitas roupas, muitas calcinhas, sapatos, toalhas, uma manta... tudo maravilhoso! Sua avó (Lúcia) e Cia que mandaram com muito carinho. Já lavamos tudo hoje mesmo, pra aproveitar o solzinho raro. A Gabi, que não dormiu desde o embarque, está dormindo desde 5:30 da tarde!
   Princesinha, você ficou agitada hoje o dia todo. Eu sei que você adora ganhar presentes, mas suas mexidas têm doído um pouquinho. Devem ser as tais contrações de treinamento. Por favor filha, espere até domingo à noite!
   Seu pai e eu estamos loucos pra te ver, Gostosinha. Te amamos muito! :**

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

38ª semana

E o comentário de sempre: "Eita, já tá perto!"
   É, já estamos prestes a te conhecer filha. Seu pai e eu comentamos isso todos os dias. "Tá chegando...", e eu com "Será que vai doer muito?", "Como será que é uma contração?", "Será que você vai estar por perto na hora que eu começar a sentir, Vi?"... Essas coisas.
   Segunda tivemos mais uma consulta - agora são semanais - e está tudo ok. Fizemos uma maratona posto/maternidade/posto pra pegar os remédios pra infecção. O Dr. tinha esquecido de colocar a dosagem (400 ou 500mg), daí a moça da farmácia achou melhor não me fornecer o remédio errado. Fomos à maternidade pro médico dizer qual a dosagem. Lá, conheci duas gestantes, uma de 40 e outra de 16 anos. A de 40 já tinha 4 filhos e era operada, mas milagrosamente estava grávida, preocupada por estar com um sangramento incomum e já tinha completado os nove meses. A de 16 estava perdendo líquido e completaria nove meses no sábado. E tava com cara de choro. Falei com o médico e voltei para o posto para buscar os remédios.
   Depois disso, fiquei pensando: Será que vai doer tanto assim? Será que vou passar hoooras sentindo contrações esperando dilatar e tudo o mais? Já vi tantos relatos em que as mulheres ficam um tempão em trabalho de parto. Eu não quero chorar enquanto espero! Deve doer muito, eu sei, mas acho vergonhoso ficar chorando. Ainda mais com aquelas enfermeiras simpáticas dizendo "Na hora de fazer você não chorou!".
   Ontem, tive um mal estar. Acordei com uma dor na parte de cima da barriga, não era na Anita. Mal terminei o café - vitamina de maçã com banana e pão - e vomitei tudo. Enjoo agora? Só passou quando tomei água de côco, no início da tarde. Então veio uma dor na coluna terrível, igual cólica. Vi fez massagem, mas demorou muito pra passar. Junto com essa dor, veio outra, das costas para o baixo ventre, três vezes seguidas, num intervalo bem curto. Ia aumentando a intensidade com o passar dos segundos. Que medo! Era uma contração? Sei lá! Sei que parou e aí não senti mais dor nenhuma. A Anita continua se mexendo, então fiquei tranquila. Só mais quatro dias e você já pode nascer, tá princesa?!
   Sua tia também já está chegando, filha e eu tô bem ansiosa. Essa semana toda tem sido de dias chuvosos. Tomara que quando ela chegar, faça um solzinho para passearmos. Não tem muita coisa por aqui, mas podemos ir à Estrada de Ferro, ver o pôr-do-Sol se tiver, ao parque, ao shopping, ao cinema... Não sei. Só quero que ela - e você, filha - chegue logo!
Fique bem por aí princesa, e não se apresse nem assuste a mamãe. Seu pai e eu te amamos muito! :**

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Boletim Gestacional XIV

   Então, estamos no meio da 37ª semana. Nos últimos dias tivemos algumas consultas. Na segunda foi com o obstetra, para analisar o resultado dos exames e ele me pareceu meio confuso. Disse que eu ainda estava com infecção, mas achava que era "falso positivo". Tinha um outro médico no consultório que sugeriu me passar uma dosagam dobrada do primerio antibiótico que tomei (Cefalexina), pois foi o que ele fez quando a mulher dele estava grávida. O médico optou por me passar um outro remédio que custa uma grana e não tem na farmácia popular para eu tomar até ela nascer, só pra evitar riscos. Tudo bem. Fiquei chateada, blablablá. Ainda não começamos com a nova medicação.
   Na terça tivemos consulta com a Enfermeira. Ouvimos o coração da gostosa e conversamos sobre os métodos contraceptivos. Optei pelo DIU, que será colocado logo após o parto. À tarde fomos fazer a última ultra. Não pude vê-la, pois o monitor era só pro médico. Não pude ouvir seu coração, porque não tinha áudio e não saiu foto, porque excepcionalmente estavam sem filme. Sem estresse, o médico era gente boa. Laudo: Anita estava com 140bpm, 50,6cm e 2,668kg. Achei ela um tanto magrela, mas está dentro dos padrões. Até lá ela ainda dá uma engordadinha. Durante a tarde/noite, ela deu umas mexidas bem doídas e frequentes, até pensei em contrações, mas já li que a diferença entre contrações de treinamento e de trabalho de parto é que a frequência e a intensidade aumentam muito em trabalho de parto. Mesmo assim, fiquei com medo de ela querer nascer naquele dia. Era lua cheia. Tá, nem sei se acredito nisso, mas vai que... né?!
   Hoje tivemos visitas. Amigas minhas do ballet vieram nos ver. Conversamos bastate e Anita, como sempre, ganhou mais presentes.
   Não estou toda inchada, como todo mundo anda perguntando, mas meu pés doem bastante no fim do dia, quando ando de sandália rasteira ou se ando mais do que de casa até a esquina. Quase não vou mais pro cursinho. O pessoal de lá deve achar que a Anita já nasceu. Se hoje eu for, surpresa! Ela ainda está aqui na barriga :P

Filha, não acreditamos que já está tão pertinho da sua chegada. Espero que corra tudo bem, que possamos ter um parto normal, rápido e tranquilo (se é que existe parto normal "tranquilo") e que você nasça com saúde. Está tudo pronto aqui fora, só te aguardado. Ah, vê se nasce pelo menos um dia antes de a sua tia Gabi ir embora. Ela vem só pra te ver.
:** Gostosinha. Fica bem e vê se para de fazer dieta. Nada de padrões de beleza, tem que nascer gordinha! Te amamos muito, princesa!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Quase 37!!

   Então, estamos quase lá. Depois de completar 37 semanas, minha princesa não será mais prematura, mas quanto mais tempo ela permanecer por aqui, melhor!
    Esse finzinho de gestação tem sido complicado. Tô beeem desanimada pra ir às aulas, não saio mais de casa porque quando dou uma andadinha por aí já fico com dores nas pernas ou nos pés. Essa semana tive mais uma crise de choro. Nem sei explicar como estou me sentindo. É claro que eu tô feliz por estar tudo bem com a Anita, mas comigo não tá essa maravilha toda.
    Vi disse que eu pareço meio distante às vezes. É que eu fico pensando em como tá perto de ela chegar e todos os medos do que pode estar por vir, como a nossa vida vai mudar, como vai ser daqui pra frente, enfim. Ainda tem o maldito resultado do exame que pegarei amanhã que dirá se estou curada da infecção ou não, se terei que ficar internada ou se já posso ficar relax. Ele me disse pra eu parar de ser pessimista e aproveitar essas duas semanas e um pouco mais, porque quando acabar, nunca mais vai ser o mesmo e mesmo que tenhamos outro bebê mais tarde, vai ser tudo diferente. Ele tem razão. Até passei a conversar mais com a gostosa depois disso, mas a ansiedade para o grande dia continua aumentando.
    Hoje a mobília dela finalmente foi montada depois de muita chateação! Ficou maravilhoso! As gavetas já estão todas cheias de roupinhas, toalhas, cobertores e tudo o mais. Ainda faltam alguns detalhes, mas, por mim, Anita já poderia nascer esses dias que eu já não estaria preocupada!
    Ainda falta falar de muita coisa. Preciso de descanso. Preciso organizar os pensamentos e me preparar para a chegada da nossa princesinha. "Como tá perto" é só o que ouço ultimamente. Não relaxa em nada ouvir isso, mas as pessoas não têm culpa da ansiedade alheia!

Filha, te amo muito!
Continua...

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Boletim Gestacional XIII

   Mais uma consulta com a enfermeira hoje e também uma com a dentista. Tudo ok! A Anita tentou enganar a enfermeira na hora de ouvir o coração. A enf. pegou na barriga procurando por ela, passou o gel e nada de achar o coraçãozinho da dona Anita. Passou pro outro lado, Opa!, umas batidas. "Humm, tá me enganando..." a enfermeira disse rindo :P Os exames de urina que nos custaram uma boa grana só pegaremos os resultados na sexta, então teremos mais uma consulta para analisá-los na segunda
   Fizemos surpresa pro papai no trabalho hoje. Levamos as fotos da ultra, aquelas que postei aqui, pra ele. Ficou super feliz. Amanhã começo a mexer no quarto. Teremos que passar o grarda-roupas pro quarto dos meus irmãos e mudar a disposição das camas para caber o berço e a cômoda num lugar onde não pegue muito vento do ar-condicionado. Quando a mobília chega, no mais tardar, sexta, mais trabalho: passar e guardar toda a roupa, fraldas e toalhas da gostosa. Aí, então, finalmente vai estar tudo prontinho pra ela.
   Mais um fim de semana que o papai dormiu com a gente hein filha. E você fez festa de novo. E sentiu falta depois, não foi?! Mamãe também sentiu. Em breve poderemos fazer isso com mais frequência.
Filha, seu pai e eu te amamos muito e estamos dando o nosso melhor para que você tenha sempre o melhor! Talvez te veja ainda essa semana na nossa última ultra. :* Fica bem!

domingo, 2 de outubro de 2011

Reflexões da maternidade

    Uma postagem por aí me inspirou. Tanta gente critica tanto a decisão de ser mãe de uma mulher e a maioria dessas críticas vêm de mulheres, mães, que já passaram por muita coisa e quando vê alguém grávida abre logo a boca pra dizer um monte de coisas que, apesar de verdades, não são nada agradáveis. Quem nunca ouviu dizer que filho dá trabalho, que te deixa noites sem dormir, que amamentar dói, que não existe pior dor física do que a do parto e tantas outras frases do tipo?! Uma mulher que decide passar por tudo isso é maluca?
  No início, todo mundo me perguntava "como aconteceu?", "não se preveniu?" e coisa e tal. É claro que não foi o caso de termos planejado a gravidez, mas depois algumas pessoas me achavam louca por ter decidido ir em frente com meu bebê que ainda nem tinha bracinhos e perninhas formados, mas por aqui, já batia um mini coração.
  Não, eu não tomava anticoncepcional! Primeiro porque minha mãe sempre foi muito fechada comigo e com minhas irmãs em relação ao assunto. Nunca ninguém chegou pra ela e tentou conversar sobre, dizer que queria ir no Ginecologista e tudo o mais. Prova disso é que minha irmã mais velha também teve uma "gravidez precoce". Outra irmã só foi falar com minha mãe quando viu que algo estava errado e precisava ir ao médico. Eu... Bem, só falei com ela quando já estava com o positivo em mãos há duas semanas - com mais de dois meses de gestação. Segundo: Já vi muitas mulheres que começaram a tomar a tal pílula e anos depois não conseguem engravidar e quando conseguem, não podem prosseguir com a gestação. Então, sempre tive muito medo de usar o remédio e posteriormente não poder realizar o meu sonho de ser mãe. É claro que não é em todo caso que o anticoncepcional causa esterilidade, mas eu não quis correr o risco. Podem me achar maluca, mas é a minha opinião.
   Quanto às críticas, as deixo pra lá e aconselho as futuras mamães a fazerm o mesmo. Ninguém gosta de ouvir quinhentas vezes a mesma coisa. Acho ridícilo uma mãe dizer pra uma futura mãe que filho é a pior coisa do mundo e ficar falando tudo que de pior pode acontecer durante o crescimento do mesmo. Parece que se esqueceu de cada chute dentro da barriga, cada sorriso banguela que o baby dava, cada palavra pela metade que ele pronunciava... Mas faz questão de lembrar que sofreu com a amamentação ou que agora o filho é desobediente, que a faz perder a paciência e até o xinga! E ainda se acham no direito de se meterem da criação do filho alheio.
   Olha, pode ser que eu esteja falando demais e que daqui a pouco eu esteja cometendo o mesmo absurdo que comento aqui. Minha princesa ainda não nasceu e eu ainda sou inexperiente, por enquanto ela só anda me dando trabalho na hora de dormir, escolhendo a minha posição na cama ou me fazendo ir ao banheiro a cada duas horas, mas nem por isso acordo de mal humor, odiando não ter dormido bem. É só eu passar a mão pela barriga e dizer "Bom dia, filha gostosa" e ela dar um chutinho na minha mão que eu nem me lembro mais da noite passada.
   Ser mãe, pra mim é isso! Esse amor incondicional por alguém que você ainda nem viu. Ter força e paciência maiores do mundo para aguentar cada noite mal dormida, cada enjoo, azia, mal estar, cada dor, nas pernas, na cabeça, nos pés, e as cãimbras, e a ansiedade maior que o coração. Coração de mãe também cresce durante a gestação!
   Por mais que eu ainda me olhe no espelho e pense "Essa sou eu mesma?", "Meu Deus! Tem mesmo um bebê aqui dentro", "Olha só no que aquele projeto de bunda se trasnformou...", por mais que eu saiba que tudo isso é só o começo da eternindade, por mais que eu ainda não acredite que vou ser ou já sou? mãe, eu quero viver tudo isso. Continuo com medo de fraquejar, de não conseguir dar a minha filha tudo o que quero, tudo que ela precise, mas tenho o Vi ao meu lado, o melhor pai que a Anita poderia ter. Tenho a minha família que, apesar de no início ter falado e criticado muito, agora é só mimo com a Pequena Princesa na minha barriga. Tenho tudo o que preciso, tô confiante e acredito que tudo isso vai valer muito à pena. E que nunca haverá arrependimento!
Te amo filha linda! Fique bem aí dentro. Tá chegando a hora... Mais três ou quatro semanas e você já vai estar por aqui, no meu colo, olhando pra nós e vendo o quanto ficaremos bobos contigo. Te amamos muito :*

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Álbum da Anita

Pirmeira Ultra - 12 semanas
US Morfológia - 23 semanas - julho/2011

   Alguém reconhece essa gostosa?? Essas são suas melhores fotos :) Na última ultra o médico imprimiu a imagem dos batimentos cardíacos, ou seja, só dá pra ver uns borrões. Ainda tenho dúvidas sobre com quem ela se parece. Vejo a boca do pai e talvez o nariz. Mas olhando uma foto minha de quando era pequena, o nariz parece o meu :P
Estamos loucos pra te ver logo, princesa!! :** Te amamos muito!

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Filha,

   Não vou negar: Mamãe está morrendo de medo da sua chegada! Principalmente se você resolver se antecipar. Por mais que tenha sido tranquila toda a gestação, mesmo com os contratempos como a anemia e a infecção ou as minhas milhares de crises de choro, correu e ainda corre tudo bem até agora. Mesmo assim, tô morrendo de medo da hora do parto - das contrações, ainda mais se forem fora de hora, ou de ter que passar horas sentindo dor até você nascer, ou pior, de ter que fazer uma cesária de emergência.
   Sempre pensei que o oitavo mês seria o pior com relação à espera e ansiedade e não está sendo diferente. Tô ansiosa pra te ver, é claro, mas tô com medinho, não só da dor do parto, mas também de não saber cuidar de você. Vejo cada coisinha sua pelo meu quarto, as malas com suas roupas, lençóis e cobertores, a banheira com mais algumas coisas dentro, as fraldas descartáveis. O berço ainda não está por aqui, mas acredito que quando ele chegar vai ser uma alegria só, ainda mais quando ele já estiver no lugar onde vai ficar, tudo arrumadinho, só esperando por você. Minha ansiedade vai triplicar!
   Mais uma preocupação: temo que esse remédio não esteja fazendo efeito e eu tenha que ficar internada, caso contrário, você vai ficar quando nascer e nós não queremos isso de jeito nenhum. Às vezes me sinto culpada por ainda não estar curada dessa infecção, pois com os outros remédios perdi os horários duas vezes - com cada remédio - e isso pode ter contribuído para a bactéria se tornar resistente. Também não me hidratei como deveria e não corri para a maternidade quando senti a dor da infecção. Talvez se tivessemos ido, o médico teria suspendido o remédio, passado outro ou sei lá.
   Mas agora resta esperar (e esperar... esperar... esperar...) até terminar os remédios, refazer os exames e você nascer sem complicações. Também tô ansiosa pras provas do Enem, se vão estar fáceis, se vou bem e se você não vai me dar nenhum sustinho. E ainda para a chegada sua tia Gabi. Estou louca para vê-la! Não vejo a hora mesmo.
   
    Olha filha, mamãe não gostou nenhum pouco do que você me aprontou essa noite. Não ficou quieta um minuto. Não aceitava nenhuma posição minha. Fiquei chateada. Mas eu não pensei que você pudesse estar com medo da chuva - estava chovendo bastante, com muitos raios e trovões - e também a cadela Felícia, que tem medo até de liquidificador, ficou maluca e foi choramingar e latir na janela do quarto, bem onde fica minha cama. Fiquei nervosa, porque tive que "resgatar" ela duas vezes na chuva. Chorei de raiva! E ainda faltou energia quando voltei pra cama. Só consegui dormir bem depois das duas da manhã - depois que você dormiu também, né! Me desculpe por te deixar nervosa, filha. Não foi por mal.
Gostosinha, seu pai e eu te amamos muito. Temos medo de quando você chegar, é normal, mas feremos tudo para que você fique sempre bem :**

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Oitavo e último mês

   Reta final! Hoje completamos oito meses e Anita cresce mais a cada dia. Algumas mexidas chegam até a me acordar, como aconteceu hoje. Quero ter a sorte de poder ver o pezinho dela transparecer pela minha pele, mas tá meio difícil, poque parece que ela tá de lado.
   Estamos com quase 35 semanas e depois daí sei que passa bem rápido. Até porque, quem garante que ela vai esperar até a 40ª semana? As previsões que os médicos deram é para, no máximo, dia 30 (que é quando completamos as 40 semanas), mas há expectativas para que ela nasça entre 23 e 30 (ainda 39ª semana). Por mim, pode ser em qualquer desses dias, desde que seja depois das 17hs do dia 23.
   Ai, não vejo a hora de ter tudo pronto pra vc filha. Esperamos os móveis para a próxima semana e então pintaremos o quarto, compraremos o que ainda falta e finalmente ficarei mais tranquila, mas não menos ansiosa.
   Teremos uma folga do cursinho nesse fim de semana. Sem aulas o dia todo! Mas seu pai vai estar trabalhando até tarde e não vamos vê-lo. O que vamos fazer nesse fim de semana sem ele, filha?? Não faço ideia. Vamos assistir filmes sozinhas? Hum, fiquei com vontade de comer pipoca doce! Poxa, logo nesse fim de semana que eu não vou ter nadinha pra fazer, não vamos ver seu pai. Eu sei que é por uma boa causa, mas não deixa de ser chato :P
   Ainda faltam muitos comprimidos para tomarmos. Ontem começamos uma nova cartela, mas ainda tem mais uma (são 40 comprimidos ao todo). Ainda tem essa história de beber água e ir ao banheiro toda hora. Não vejo a hora de acabar com tudo isso.
    Filha, vc já está tão pertinho. É claro que podemos sentir sua presença, não só olhando suas roupinhas e também minha barriga, mas quando estamos juntos, seu pai e eu, e vc querendo participar de um abraço e dos carinhos e sempre reclama quando ele diz que me ama, querendo que ele diga que te ama também... Vai ser uma alegria só quando vc chegar. Você vai ver que todos querem te conhecer e te dar carinho.
Te amamos muito, gostosinha :*

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

34 semanas!

   A Anita parece ter crescido muuuito nas últimas semanas. Suas mexidas agora parecem um alongamento dela na minha barriga, se espalha toda, se  encolhe, se espalha de novo... Não são mexidas muito delicadas, são até engraçadas, algumas até me fazem córsegas, mas acho mesmo é que ela deve estar crescendo um centímetro por semana!
   Estou mais tranquila com relação à infecção. Estou tomando o remédios nos horários certos, tomando muuuita água, fazendo muuuuuito pipi... Dor mínima! Esperamos que dê tudo certo e que não haja nenhuma complicação até que nossa princesa linda esteja pronta pra nascer.
   Filha, vc nem sabe. Hoje é o primeiro dia de trabalho do seu pai, por enquanto é só um período de teste, mas logo logo ele vai estar trabalhando mesmo e vamos poder te dar tudo que precisares. Estamos muito felizes e unidos. Cada dia que passa é maior a sensação de que um está esperando o outro em casa ou que um dormiu demais e não viu o outro levantar... Não vemos a hora de te ver de pertinho e ainda mais de poder estarmos juntos, nós três, na nossa casa.
  Agora vamos pra sala. Hora de estudar bastante pra poder fazer as provas com a maior tranquilidade. Por favor, filha, espere a mamãe terminar essas provas pra poder dar qualquer sinal de que estais chagando. Caso ainda tenha dúvida, elas acabam às 16:30hs do dia 23 de outubro, dia em que completas nove meses. Então, dá pra esperar né?! Aliás, não seria pedir demais pra vc esperar até o dia 29 de outubro né?! É o aniversário da sua avó Lúcia, lá de Macapá, e também o penúltimo dia da sua tia Gabi aqui com a gente. Vai ser legal se a gente puder curtir os dias e também que ela possa te conhecer antes de ir. Pensa bem hein, filha!
Te amamos muito!! :**

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Boletim Gestacional XII

   Consulta de hoje nada animadora! Como a infecção urinária é persistente e já tomei dois tipos de antibióticos, a enfermeira me encaminhou ao Pré-Natal de alto risco - eu, já com uma cara nada animada, quase chorei no consultório. Depois passei com um clínico por conta de uma coceira chata que já dura mais de uma semana. Me passaram um antialergico e tudo ok.
   Logo que cheguei em casa, apareceu uma amiga enfermeira da minha mãe que conhece alguns médicos da maternidade e fomos lá pra ver a infecção, já que a enfermeira me encaminhou a um obstetra. Chegando lá, fomos logo atendidas, o médico muito simpático, disse que a saída era uma internação de sete dias com medicação na veia. Nem liguei muito, por mais que seja péssimo ficar internada e tudo o mais, só pensei em acabar logo com isso e com os riscos que podem trazer pra minha princesa. Então, depois de reavaliar o exame de urina, ele me passou uma nova medicação que, apesar de aparecer como resistente, ele disse que não confiava no laboratório e que valia a tentativa. Caso não cure, aí sim vamos pra internação.
   Sabemos que infecção urinária na gravidez é grave e precisa ser tratada logo. A preocupação maior é a proximidade do parto, já que estamos com 34 semanas e a tal infecção pode trazer complicações como um parto prematuro e infecção urinária também na Anita, que teria de ficar internada tomando antibióticos assim que nascer!
   Já começamos com a medicação, que durará dez dias, e repetiremos os exames. Com  os resultados, voltaremos ao médico para resolver nossa vida.
   Enquanto isso, ficamos por aqui. A partir dessa semana, focarei mais nos estudos de ciências exatas, já que as provas do Enem estão na porta - assim como a Anita! Estamos confiantes de que iremos bem nessas provas e se estiver tudo bem comigo, física e pscicológicamente, teremos melhores resultados.
   No mais, tivemos um ótimo fim de semana. No sábado, tive aula o dia todo, mas aproveitamos bem os dias, juntos, Vi, Anita e Eu.
:** Filha maravilhosa! Te amamos muito e estamos fazendo o possível para que tudo corra bem quando vc chegar. Fique tranquilinha aí dentro. Você precisa crescer mais um tantinho e ganhar peso e quanto mais tempo vc ficar aí, melhor. Amamos muito você!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Registros

30 semanas
31 semanas


O Toddy é um bom companheiro... 32 semanas

Perguntas, respostas e comentários frequentes:



- "Tá de quantos meses?" *
- "Sete e meio!"

- "É pra quando?" *
- "Fim de outubro"

- "Nossa, nem parece que já tem todo esse tempo (de gestação)! Engordou tão pouquinho..."
- "Pois é!" - mal sabem que já passei dos 12kg...

- "Ai, essa tua barriga não cresce!"
- "Ainda bem, né!" - Será que todo mundo adora barrigão, tipo melancia, menos eu??

- "Menino ou menina?"
- "Menina!"
- "Qual é o nome?"
- "Anita"
- "Olha... que diferente!"

-"Mexe muito?"
- "Demais!"

- "Parto normal ou Cesária?"
- "Normal, se Deus quiser!"

- "Como ela tá?" *
- "Tá bem!" - e tem como responder outra coisa?


* tão frequente quanto as mexidas da Anita!
Continua...

Boletim Gestacional XI

   Dá pra acreditar que a maldita infecção persiste?? Que droga!! Acabei de receber o resultado do exame e a bactéria, que antes era sensível, agora é resistente. Não sei mais o que pode ser feito pra curar essa maldita! Não quero mais tomar remédios. Lembrando que esses remédios têm certo efeito na Anita e isso me preocupa muito! Fiquei triste :(
   Ontem teve consulta e o Vi foi com a gente. Maior sortudo, foi a vez em que melhor deu pra escutar o coraçãozinho da nossa gostosa e a enfermeira deixou um tantinho mais pra ele escutar. 128bpm - muito bom. Hoje tive que fazer um exame de Hepatite B que não tinham incluído no meu último exame de sangue. Ainda falta pegar mais um resultado de exame e teremos outra consulta na segunda. Ao menos uma boa notícia: a anemia foi embora! :D
   Anita continua a ganhar presentes. Logo logo chegam o bercinho e a cômoda/roupeiro, então fica tudo certo. Já temos tudo. Bastantes fraldas, roupinhas, meias e tudo o mais. Essa Anita é uma sortuda. Te amamos tanto, filha... Ah, e ela também continua fazendo a festa na hora de dormir. Acho bom vc parar logo com isso, hein gostosa. A não ser que, quando vc nascer, troque esses horários e fique agitada pela manhã e durma a noite toda. Aí mamãe deixa :)
:** Te amo!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

A Primeira Festa da Anita

O que sobrou da decoração
   O Baby Chá foi um sucesso! A Anita ganhou muitos presentes, desde o bolo maravilhoso de chocolate, os pudins de tapioca e de leite e até os pães do cachorro quente, além, é claro, de muitas roupinhas. A festa deu bastante trabalho, fiz a decoração - com balões e o nome dela de emborrachado colorido -, mamãe fez muita comida, Vi trouxe as mesas - ai que estresse com essas mesas - e no fim deu tudo certo! Todo mundo ficou feliz e satisfeito. E pelo trabalho que deu, parecia muito uma festa de aniversário. Filha, não fique chateada se mamãe não fizer uma festança no seu 1° aninho, mas bolo e cachorro quente, sempre vai ter :D
   O Vi foi maravilhoso! Enquanto eu recebia os convidados e dava atenção a eles, Vi foi o garçom da festa, servindo tudo o que tinha pra todo mundo. E o maior e melhor presente de todos veio por último: Mamãe (FINALMENTE!) deixou o Vi dormir com a gente! Ai, que alegria! Só de lembrar de nossos sorrisos estampados no rosto, fico feliz. Quando Anita soube, foi uma festança! Ficou pulando, dançando, fazendo farra até mais tarde, pra compensar a timidez que teve na festa. Acho que ela ficou com vergonha de se mostrar no meio de tanta gente. Foi um fim de semana maravilhoso, apesar do cansaço.
   Amanhã teremos consulta. Hoje vou pegar uns exames que fiz já faz um tempo. Espero que esteja tudo ok e que o exame de urina aponte que não há mais infecção. Não quero mais tomar remédios, pois por mais que sejam receitados por um profissional, é tão arriscado pra nossa princesa...
   Caramba, dá pra acreditar que já chegamos até aqui? Que a nossa gostosinha chega no próximo mês? Já tá tão pertinho. Durante a festa fomos muito elogiados, eu por aparentemente não ter engordado nada e minha barriguinha ser pequena - mal sabem que já passei dos 12kg - e o Vi por ser tão prestativo e atencioso. Acho que agora estão todos vendo que seremos bons pais e que daremos certo.
Nossos amigos :)

Estamos ansiosos pela sua chegada, filha linda. Toda vez que olho aquelas roupinhas e sapatinhos fico tentando te imaginar dentro delas... Vais ficar uma gracinha *.*  Te amamos muito :*


Agradecimentos: a minha mãe, que não mediu esforços pra que tudo saísse como eu queria; ao Vi, por tudo tudo tudo que fez (e faz) por nós; a Drica, que não pode ir, mas nos presenteou com seu maravilhoso bolo de chocolate; a Cleide, pelos deliciosos pudins; aos amigos que marcaram presença na primeira festa da Anita e demonstraram seu carinho por ela. Muito obrigada!

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Boas coisas de se ouvir...

   Ontem, quando voltamos da ultra, meu pai perguntou todo animado "se a Anita tinha mandado algum recado" - da última vez ela fez um "ok". Quando estavam todos à mesa, na hora do almoço, ele fez questão de anunciar: "A Anita mandou dizer que tá tudo beleza, que tá com quase meio metro, pesando quase  dois quilos e que está chegando!". Fiquei feliz por saber que ele gosta mesmo dela, porque comigo ele nunca toca no assunto e na última discussão com minha mãe ela disse que eu fui a maior decepção dele. É bom ouvir meu pai, que tanto amo e quero bem, querer bem também a nossa menininha.
:* Filha! Todos por aqui te amam muito :)

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Boletim Gestacional X


    Surpresa na ultrassom de hoje. Anita está enooorme, com 45cm e 1,972kg! Eu achava que ela ainda estava com 1,5kg e uns 38cm. Com esse tamanho todo, resolvemos até dar uma passada na loja onde deixei a lista de presentes do baby chá pra trocar algumas coisas de P para M. E, claro, para os que ainda duvidavam do sexo, confirma-se que é Anita mesmo. O Miguel ficou pra próxima :P
  Nessa semana, Anita ganhou muitos presentinhos. Toalha, roupas, meias, produtos de higiene, carrinho de bebê... Agora só faltam o berço e a cômoda, mais os presentes do baby chá. Daí começo a lavar e passar e organizar tudo. Tá chegando a hora, hein filha! Você realmente nos surpreendeu com esse tamanho todo. Graças a Deus está tudo ótimo com vc e vc é muito saudável. Temos orgulho de vc, princesa!
   Engraçado como foi rápida a ultra de hoje. Não demorou três minutos. O médico é muito mal educado - na verdade ele não fala nada, não explica nada, só passa aquele negócio lá na barriga e pronto. Nem diz se está tudo bem ou não. Só sabemos quando sai o laudo. Já daquela outra vez, o doutor foi muito simpático e atencioso e ainda queria ficar com vc filha. Quando dissemos que achavamos que era menino ele disse: "Só serve se for um garotão?", "Não!", "Ah, porque se não eu já ia ficar com essa menininha aqui..", Ah, e ainda coloca música pra gente relaxar e grava as imagens em dvd. Pagando é outra coisa né... Mas não é por isso que esse Dr. do SUS tem que tratar a gente feito boneco.
  Passamos um maravilhoso fim de semana com o seu pai, filha. Tranquilinho :) E vc se mexendo muito, chutando as costas dele quando ele ficava te amassando, deitado ou sentado na minha frente... Que reclamona! Mas também, já deve estar bem apertado onde vc está, né gostosa?!  
Fica bem, hein filha. Te Amamos muito!!    :*

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Ainda descobertas...

   É, tem gente que só passou a saber agora que a Anita está chegando. Não me levem a mal aqueles para quem eu não contei, mas sabem, é difícil pra mim ter que falar sobre isso assim, na cara. Tenho dezoito anos e estou grávida. Todo mundo abre um bocão "GRÁVIDA?". E alguns (imagino eu) ainda acrescentam "não esperava isso dela, tão inteligente...". Bem, acho que não deixei minha capacidade intelectual por estar carregando uma linda garotinha aqui dentro. 
   Acabei de abrir meu email e estavam lá dois recados de quem leu o blog e descobriu agora a gravidez. São pessoas legais e eu até fico sentida por não ter contado, mas é que no começo rola tanta coisa, tanta coisa chata, um monte de críticas, um monte de sermão e as perguntas: "como isso aconteceu? Não tomou remédio? E bláblábá". Fiquei de saco cheio. Espero mesmo que quem descobriu agora, já na reta final, não se chateie. Posso até mandar um convite do baby chá, que ainda está em tempo :)
   Lembro bem de quando fizemos o exame de sangue. Logo em seguida, Vi e eu fomos encontrar dois de nossos amigos - Arthur e Gui - e contamos a novidade. Um dia depois contei pra duas pessoas que eu tinha certeza de que não falariam pra mais ninguém. Então ficamos nisso. O Vi ainda contou pra um pessoal da faculdade, mas eu só fui falando depois de ter contado pra minha mãe. A primeira pessoa que eu queria que soubesse era minha irmã, Gabi, que mora em Macapá, mas achei que ela ia "dar muito na cara" e nossa mãe descobriria. Achei melhor "guardar segredo".
   Enfim, às pessoas que ficaram sabendo agora que me perdoem, não fiz por mal, mas gravidez na adolescêcia é um assunto tão batidinho... todo mundo sai falando e pra quem tá passando pela situação não é legal de ficar ouvindo críticas e comentários. Já falei de preconceito né?! Pois então...
   Agora vou ter que deixar o post pela metade, se não me atraso pra aula de Física. Ah! A Anita ganhou muitos presentes essa semana. Ontem, enquanto olhavamos umas roupinhas numa loja ela já tava toda animada, tipo "Eu quero essa, mãe! Compra essa, compra? Vou ficar linda nessa daí!". Essa minha filha é uma gostosinha *.*
:** Até mais. Te Amamos muito filha linda!!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Maldita infecção!

   É, já faz uma semana que eu tomo o remédio e só agora é que eu sinto os famosos sintomas de infecção urinária. Aquela ardência infernal. Ontem à noite chorei de tanta dor depois do banho. Vi ficou desesperado, querendo vir aqui e me levar no médico... mas achei que não era pra tanto - grande defeito esse de achar que o problema vai se resolver sozinho... mas eu tô tomando o tal remédio, tem que resolver mesmo! Mas realmente, a dor tava me matando. Comentei com minha mãe sobre e chegamos à hipóstese/conclusão de que deve ser o tipo de calcinha que estou usando. Só piora quando uso as calcinhas de meia (aquelas da trifil, cor da pele e tal) e eu achando que elas eram as melhores. Foi só eu ter posto uma de malha que melhorou. Mas o banho ainda é uma tortura. Fiquei de ir na enfermeira hoje, mas não consegui acordar na hora (e também não tava nem um pouco a fim de ficar horas esperando ser atendida). Minha desculpa é "Qualquer coisa, corro pra maternidade", porque lá já vou direto no Clínico.
   Anita (me) acordou bem animada hoje. Dá aquelas mexidas bem no estilo "quero mais espaço, me tira daqui". Acho que ela tá bem esperta. Sempre que vou ao banheiro de madrugada fico com receio de ligar a luz. Como ela já pode responder aos estímulos luminosos, ela acorda mesmo. Aí eu passo a mão na barriga para acalmá-la e ela fica quietinha. Não dá pra falar com ela nessas horas porque tem a minha irmã dormindo por perto. Se ela acorda, vai achar que eu tô maluca e pela manhã todo mundo vai ficar rindo da minha cara. A Anita adora que cantemos pra ela e acho que sua música preferida é "Espera na Janela". Sempre que canto, ela começa a dançar por aqui... é uma gracinha *.* 
  "Você é a escada na minah subida, você é o amor da minha vida, é o meu abrir de olhos no amanhecer, verdade que me leva a viver... Você é a espera na janela, a ave que vem de longe, tão bela. É esperança que arde em calor, você a tradução do que é o amor..."
Te amamos muito, princesinha :*

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Anita-Despertador :)

  Anita agora resolveu brincar sempre antes de dormir e acordar bem cedo, dando aquelas cambalhotas. Será já uma preparação pra vida fora da barriga? Será que ela vai nos fazer ir dormir bem tarde e acordar beeem cedo? Anita, Anita... 
:*

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Novidades :)

   Recebo emails semanais com informações sobre o desenvolvimento do bebê todos os sábados. O desta 31ª semana dizia que os movimentos da minha filhota seriam diferentes agora e tinha uma pergunta que eu achei até absurda: "Você já foi acordada no meio da noite com movimentos do bebê que pareciam cambalhotas?". Pensei "Ah, a Anita não faz isso!". E não é que nessa mesma noite, lá pelas 5hs da manhã ela resolve brincar aqui dentro?! Pareciam realmente cambalhotas, como vc consegue, filha? Claro que fiquei doida pra contar logo pro Vi.
   Segundo o tal boletim, essas mexidas malucas significam que ela está saudável, mas uma coisa me preocupou um pouco: dizia também sobre "contrações de treinamento", que é quando a barriga fica durinha em uma parte. Já senti isso muitas vezes, mas lá dizia que se acontecer muito num mesmo dia, pode ser sinais de ameaça de parto prematuro, junto com cólicas ou pontadas. Hoje eu senti umas pontadinhas incômodas, mas acho que não deve ser nada demais. De qualquer forma, faremos uma ultra em no máximo três semanas e saberemos como nossa princesa está.
   Notícia muito ruim hoje, a Universidade Federal de Rondônia resolveu HOJE adotar 100% Enem como processo seletivo - depois de já ter lançado há meses uma lista de livros pro vestibular - e isso não é nada bom pra quem pretende conseguir uma vaga em Medicina, pois abre concorrência para toooodo o Brasil e, convenhamos, a qualidade do ensino daqui nem se compara com a de uns cursinhos Brasil à fora. Mas estamos confiantes, o Enem esse ano vai ser muito fácil e a Anita vai ficar bem quietinha nos dias 22 e 23 de outubro, né filha? Nada de contrações, nada de ir milhares de vezes ao banheiro e, pelo amor de Deus, nada de romper a bolsa!

Filha, eu e seu pai te amamos muito e estamos muito felizes com vc em nossas vidas! :*
  

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Boletim Gestacional IX

   Já pegamos os resultados dos exames de sangue e SURPRESA!: meu hemograma tá praticamente zerado. Isso mesmo, zerado. Só tem valores do hematócrito, que está em 36% (quaaaase sem anemia, o normal é 37%). Aí diz que eu não tenho hemácias nem hemoglobina. Isso é possível?? Ainda tem um tal de Eusinófilos com alterações, mas eles já estavam alterados da última vez e a enfermeira não disse nada. E agora? Minha próxima consulta é só dia 13! Muito provavelmente teremos que repetir esses exames. Que droga!
   Anita agora tem soluço constantemente. Principalmente na hora de dormir. É só eu deitar à noite e ela começa a soluçar, tadinha. Pior que eu não consigo dormir enquanto ela não parar e esses da noite são os que mais demoram. Segundo especialistas, os soluços não incomodam o bebê, mas me incomodam, pois fico preocupada. Eles ocorrem porque ela fica engolindo o líquido amniótico, treinando a respiração, eu acho. Será uma coisa boa ou ruim? Será que é sinal de que ela está indo bem? Vou perguntar na próxima ultra.
   Preciso organizar o baby chá. Será no início do próximo mês e ainda não tenho ideia de como vai ser. Tem lista de convidados, lista de presentes, imprimir e entregar convites, preparar as coisas da "festa", parece até aniversário e ela ainda nem nasceu :P
:* Minha Gostosinha. Te amo muito!

P.S.: Descobri o que são eusinófilos: fazem parte do sistema imunológico e, na minha condição, confirmam a infecção urinária. Menos mau!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Mais um dia

  Ontem nós três fomos à procura dos móveis. Há uns três meses eu já tinha ido pesquisar preços e tinha gostado de um berço branquinho, lindo, simples e barato. E não é que agora tem um rosa pelo mesmo preço! Fiquei feliz. Acho que já no fim de semana/fim do mês dá pra levar. Fomos também fazer a lista de presentes do baby chá, mas a moça disse que tem que ser só uma semana antes da festa. E eu disse: "mas como vou entregar os convites com antecedência assim?". Talvez voltaremos lá na segunda.
   Cheguei um pouco atrasada no cursinho pra poder ficar um pouco mais com o Vi (era aula de inglês, não fazia mal faltar). Conversamos bastante, isso nos faz muito bem e, no fim da noite, me sentia bem pertinho dele, mesmo estando muito longe fisicamente. Como ele mesmo disse, "estamos crescendo junto com a nossa bebê" e isso é maravilhoso.
   Preciso de uma "organização mental", sabe. Tô muito ansiosa, cansada, por vezes chateada... preciso me organizar. Quero estudar mais, quero produzir mais, quero ficar tranquila também. Preciso de um pouco de paz - e a Anita agradece, né?!
:*  Gostosinha, fica bem, Te Amamos muuuito, muito!!

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Sete Meses :)

   Enfim, sete meses completos. Hoje fomos fazer um exame daqueles constrangedores, a Bacterioscopia. Ainda bem que é rapidinho. Tive um enjoozinho de leve, por conta de um perfume muito doce de uma moça que sentou ao meu lado. Esse perfume é insuportável e, para o nosso azar, está na moda!
   Ontem foi um dia difícil. Briga com minha mãe porque eu disse que não vamos ficar aqui quando Anita nascer. Foi terrível. Apesar de ter sido a mesma ladainha de sempre, dessa vez foi muito pior, acredito que por conta da proximidade da chegada da nossa princesa.  Fico chateada quando me comparam com outros casos que me antecederam, principalmente se falam da minha mãe - tenho duas mãe, a que moro é minha madrinha e a outra, biológica, mora longe, com minha irmã. Todo mundo diz "Tu não viu a Poliana? (minha irmã mais velha que teve uma filha aos 17 anos), o André (pai da filha dela) falava as mesmas coisas que o Vitor te fala e agora cadê que ele cumpriu?" ou quando falam da minha mãe "Tu tá repetindo os mesmo erros da tua mãe, tá fazendo tudo igualzinho..." Nem vou comentar sobre isso.
   Quando disse a minha mãe que iria morar com o pai da Anita, ela pirou. Falou que como é que eu vou deixar o conforto que eu tenho aqui pra ir morar com ele, que eu não sei como vai ser, que eu vou sofrer, que eu vou ser humilhada... Que o Vitor não tem como nos sustentar, que eu vou ter que ser sustentada pela mãe dele. Também falou que eu fui/estou sendo a maior decepção pro meu pai - aí foi uma facada no meu peito. Não importa o que falem de mim ou do Vi, fico até triste, mas falar da minha mãe (que mora longe) ou do meu pai (que mora aqui, que me criou desde baby), é querer me matar de tristeza ou raiva. Minha mãe sabendo disso, não fez diferente.
   Mas acho que o pior de tudo foi ela dizer que quando eu sair pela porta dessa casa, posso esquecer, que eu vou estar sozinha, que a minha família vai me abandonar, que eu não vou poder voltar. Claro que ela aposta todas as fichas de que vai dar tudo errado comigo e com o Vi (que vai ser igual a minha mãe - ela sempre enfatiza) e que eu vou querer voltar e ela disse que não sabe se vai me aceitar. Há meses eu disse ao Vi, que esse era o meu maior medo, de que quando eu fosse embora todos achassem que eu estaria sendo ingrata e não me aceitariam de volta nem pra visita, sabe.
   E tudo isso vai ficando pior com o passar do tempo, com a aproximação da data do nascimento... aproximação do "rompimento" com a família e com as novas experiências com a nova família... essas coisas. Eu agradeço a Deus e à minha filha por ter uma gravidez tranquila em relação à saúde e tudo o mais, mas essas brigas com a minha mãe, esse estresse todo antes da mudança é barra. Sempre me preocupo em falar com a Anita quando isso acontece. Digo a ela que está tudo bem, pra ela não ficar preocupada - e ela começa a se mexer em resposta. Taaão gostosinha *.*
   Queria mesmo que alguém visse que a gente pode sim dar certo, que não estamos fazendo tudo sem pensar, pelo contrário, pensamos nisso desde o início. Vai ser bem difícil, nós sabemos, mas achamos que juntos será a melhor forma de criar a nossa princesa. Se tivermos apoio é claro que será muito melhor, mas que a gente não vai se acomodar a situações como morar de favor, ter um empreguinho de nada ou coisa do tipo. Temos nossos objetivos e não é por causa da Anita, do nosso presente de Deus, que vamos desistir deles. Pelo contrário. Ela é um incentivo a mais na nossa caminhada, pra gente encontrar forças um no outro e nela pra poder vencer. Por favor, não nos compare a águas passadas. Não somos iguais a ninguém!
Te amamos demais, princesa! Você é tudo em nossas vidas. Vê se fica bem :)

P.S.: Feliz Aniversário pro meu irmão, Denny Vitor, 24 anos hoje. Ele é meio chato, mas é meu irmão :) E também parabéns pra nossa gostosinha, 7 meses hoje!! Agora só faltam dois pra vc chegar minha princesa. Estamos te esperando ansiosos!

domingo, 21 de agosto de 2011

30ª Semana

   Dá pra acreditar? 30ª semana! Mais umas nove ou dez e a Anita já está por aqui, no meu colinho *.*
   Dentro dessa semana que passou, estive triste. Por conta da infecção que já falei, por ter que tomar mais remédios e mais uma coisinha que ainda não me adaptei: Essas mudanças físicas! Sabe, não é bobagem de grávida. Eu já ouvi muita gente dizendo "Que grávida linda!", inclusive o Vi, que me diz sempre. Mas é tão difícil de acreditar. Só vejo que minhas roupas não me cabem mais, até meus shorts de mendigo que eu fico em casa, agora só tenho uns três. Calça jeans nem em sonho. Tem aquelas com elástico na cintura, mas estão meio apertadas nas pernas, uso só de vez enquando. 
   Quinta feira foi a gota d'água. Minha mãe me comprou um sutiã lindo, preto de renda, mas ela esqueceu que o meu n° não é mais 42. Ele não ficou apertaaado, mas meus peitos tavam pulando pra fora, mal-cobertos e a pior parte é que eles estão muito marcados com estrias :( Minha mãe me fez experimentar o dela, que ficou no tamanho certo, 44, mas era dela, eu não queria ficar, mesmo ele sendo lindo também. Falei que ia guardar e usar depois. Ela acabou ficando com o meu e eu com o dela. Coisa de mãe! Mais tarde, quando fui pro cursinho, resolvi usar o sutiã novo e ela pediu pra ver. Fiquei morrendo de vergonha de mostrar pra ela por causa das marcas. Ela olhou: "Eeiita (de susto). Nossa, ficou bonito!".
Quase 30 semanas e uma mini-barriga :D
   Ai, essas coisas me deixam tão triste, sabe. As lágrimas me vêm com a maior facilidade agora. Eu adoro a Anita, adoro ser a mãe dela, adoro poder ser mãe... mas eu realmente não tinha ideia do quanto cada partezinha da gravidez seria difícil, me exigiria tanto. E essas mudanças físicas estão mexendo muito comigo. Parece que tá sempre todo mundo me olhando - minha barriga, é claro, e depois olham pro resto. Me sinto como numa vitrine. Todo mundo chega e quer ver e tocar minha barriga. Trocar de roupa na frente de alguém, nem pensar. Morro de vergonha. Pior que ainda faltam dois meses. Parece que tudo fica maior a cada dia: barriga, peito, bunda, coxas... tudo! Não vejo a hora de vc nascer, filha.
   Saindo disso, ontem quando fui tomar banho, adivinha: uma gotinha de leite de cada lado! Parece que não vão faltar suprimentos pra Anita! Espero que vc mame muito, viu gostosa. Não quero ficar com eles deste tamanho pra sempre não! Hoje, quando acordamos, ficamos brincando de pega-pega. Passava a mão na barriga e a gostosa se mexia bem onde tava minha mão; passava em outro lugar e lá ia ela... mexidas de leve, pareciam carinho.  
Te amo muito minha gostosinha linda! :*